Foto: Buda Mendes / Getty Images

O presidente Jair Bolsonaro recusou pedido de Marcelo Crivella (Republicanos) e decidiu não ir ao Rio para participar de ato da campanha do prefeito, que busca a reeleição. Crivella foi ontem à noite a Brasília para se encontrar hoje pela manhã com o presidente, mas volta ao Rio frustrado diante da negativa.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Segundo integrantes do núcleo de Bolsonaro, pesou na decisão final a boa relação com o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), que disputa o segundo turno com Crivella. Além disso, o presidente busca evitar desgastar sua imagem à toa, já que as pesquisas apontam um cenário de amplo favoritismo para Paes. Bolsonaro justificou a ausência presencial na campanha com o argumento de evitar problemas com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Como alternativa, agora a campanha de Crivella tenta convencer o presidente a autorizar que o deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ), também conhecido como Hélio Negão ou Hélio Bolsonaro, participe de agendas com Crivella no Rio.

Inicialmente, o prefeito tomaria um café da manhã com o presidente nesta quinta-feira (19/11), mas como se atrasou, foi recebido para um almoço no Palácio da Alvorada. Bolsonaro gravou novos vídeos de apoio ao lado de Crivella, que serão exibidos no horário eleitoral.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui