Foto Cleomir Tavares / Diario do Rio

Nesta segunda-feira (05/05), o Bondinho Pão de Açúcar reabriu aos visitantes após ter passado 14 dias fechado para uma manutenção de segurança. A atração, uma das mais conhecidas e que mais atrai turistas no Rio de Janeiro, estava parada desde 21 de junho para a troca das polias.

As polias não eram trocadas desde 1972. As antigas pesavam sete toneladas; já as novas, dez toneladas. Foram trocadas as duas polias motrizes, com diâmetro de 2,8 metros, e seus conjuntos operacionais, que incluem eixo, mancais, base e freios, suportes de freio e barra limitadora.

As polias são responsáveis pela força motriz que movimenta o cabo tração e assim permitem o deslocamento dos bondes pelo percurso”, afirmou Sandro Fernandes, CEO do Bondinho.

Segundo a administração da atração, a manutenção estava prevista para 2022, mas, por conta da decisão da empresa de limitar o público por causa da pandemia, o processo foi antecipado. A ação foi coordenada com fornecedores suíços e italianos e mobilizou 50 funcionários e profissionais terceirizados do Bondinho.

Foi feito um planejamento exaustivo de manutenção, considerando todas as etapas do processo, desde a importação até a troca efetiva das polias. As polias foram importadas da Itália, chegaram de navio e foram transportadas até o Morro da Urca pelo sistema teleférico. Este é um momento emblemático na história do Bondinho, pela grandiosidade da operação“, disse Fernandes.

Diariamente, o parque realiza uma série de protocolos de inspeção e manutenção dos bondes e de toda a estrutura para evitar acidentes. O período de troca das polias também está sendo usado para a capacitação das equipes de operações que atuam no local. Para obter mais informações sobre ingressos e horários, basta acessar o site do Bondinho Pão de Açúcar.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui