Boteco Capadócia (Foto: Reprodução Internet)

A Prefeitura do Rio de Janeiro interditou, nesta segunda-feira (18/01), o Boteco Capadócia, em Marechal Hermes, na Zona Norte, onde aconteceria, sem autorização e alvará, o show do cantor Arlindinho. O local foi interditado e autuado em R$ 3.093,32 pelo Instituto de Vigilância Sanitária do município (Ivisa).

Segundo informou o Poder Público, este é o sexto evento clandestino encerrado pelas equipes coordenadas pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) deste o fim de semana, início das operações para conscientização do cumprimento às medidas de proteção à vida contra a Covid-19. O local foi interditado e autuado em R$ 3.093,32 pelo Instituto de Vigilância Sanitária do município (Ivisa).

Coordenada pela Seop, a operação contou com fiscais das coordenadorias de Licenciamento e Fiscalização (CLF) do Controle Urbano (CCU), Ivisa e agentes da Guarda Municipal, além do apoio da Polícia Militar. Denunciado ao canal 1746, o evento vinha sendo anunciado ainda em redes sociais.

Festas clandestinas

Todas as interdições até agora ocorreram em estabelecimentos da Zona Oeste, sendo um depósito de bebidas na Barra da Tijuca e outros quatro locais de eventos. As festas interrompidas, entre sábado (16) e domingo (17), foram o “Sambinha do Sheik 40º graus”, na casa “Bora Bora”, em Campo Grande; “Ilha Sunset”, na Ilha do Ipê, na região da Gigoia, na Barra; “Churrasco Abençoado”, em Bangu; e “Xoxo”, também na região da Gigoia. Na sexta-feira (15), guardas municipais encerraram encontro gospel realizado nas areias da praia da Barra da Tijuca.

Conscientização

No último fim de semana, a prefeitura iniciou as ações integradas da Seop, Defesa Civil, Vigilância Sanitária e Guarda Municipal, por estabelecimentos comerciais para conscientização do cumprimento às medidas de proteção à vida da SMS. Ao todo foram realizadas 124 inspeções em estabelecimentos comerciais de 20 bairros. O trabalho, coordenado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), resultou em 23 infrações sanitárias e cinco interdições, sendo quatro de festas clandestinas que provocariam aglomerações: somadas, as estimativas de público chegariam a mais de dois mil participantes. Já na fiscalização de trânsito, entre sábado e domingo, foram removidos 311 veículos por estacionamento irregular em ações na orla.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui