Imagem meramente ilustrativa - Foto: Reprodução

O Brasil poderá ser atingido, nesta semana, por uma massa de ar frio de origem polar com chances de ser uma das mais intensas do século XXI até o momento. A informação é do site especializado ”MetSul Meteorologia”.

Segundo eles, a referida frente fria deve chegar ao país entre terça (27/07) e quarta-feira (28/07), trazendo uma queda brusca de temperatura que pode chegar a -5ºC e -6ºC na região Sul. Há, inclusive, possibilidade de nevar por lá, embora isso ainda não esteja confirmado.

Vale ressaltar, porém, que, no Rio de Janeiro, especificamente falando, de acordo com o ”Climatempo”, embora as temperaturas tendam a diminuir a partir de quinta (29/07), inclusive com grande chance de chuvas, o frio não deve ser tão intenso quanto no Sul. Isso porque os termômetros carioca devem marcar ”apenas” entre 11 e 22 graus, com o sol sobressaindo. Mas, em Itatiaia, no Estado do Rio, poderá nevar.

9 COMENTÁRIOS

  1. A reportagem cita o próprio clima tempo para o RJ.
    Me parece que exageraram no título, não sei se o suficiente para ser falso, embora a sensação térmica no sul, me pareça exacerbada.

  2. Boa noite! Acho que estão fazendo muita agitação sobre essa massa polar. Se observarem o que os mapas meteorológicos mostram, essa frente fria vai passar raspando pelo Brasil, e nem cara de que vai ser uma massa continental ela tem. Isso mais parece marketing pra lotar hotéis e pousadas, tenho certeza. Se esfriar, não vai ser isso tudo que estão falando. Pelo que eu sei e lembro, pois era bem jovem nessa época, só existiu uma massar polar, realmente poderosa, foi no ano de 1975. Aquela massa polar foi doída. A agricultura brasileira, principalmente no Sul e Sudeste, foi praticamente arrasada. No Rio de Janeiro, fez um frio inesquecível. Daí pra frente, isso nunca mais aconteceu. Nenhuma frente de inverno que chegou aqui no Brasil depois de 1975, até hoje, se comparou com essa de 1975. Se for verdade, o que dizem, e essa frente fria vier a ser histórica, é para ser curtida ao máximo, pois provavelmente levaremos muitas décadas para termos conhecimento de outra. Sei que eu não estarei mais aqui para presenciar isso, então vamos curtir essa provável massa polar das galáxias.

  3. Outra fonte desmente essa informação.
    É do ClimaTempo.

    O contraditório é sempre bom que exista.

    É falar de clima, não é falar de poucos anos

    É também estudar geologia e isso significa falar em milhões de anos.

    Com variações climáticas astronômicas.

    Apenas uma opinião.

  4. Pra quem não acreditou em mudança climática, está aí, agora… devastação de matas e parte de florestas dá nisso e a consequência está vindo a cavalo

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui