Mais um pré-candidato a prefeito do Rio em 2020, desta vez é o ex-ministro do Trabalho de Dilma Rousseff, Brizola Neto, que quer tentar a eleição pelo PCdoB. É mais uma rachadura na tentativa de Marcelo Freixo (Psol) de unir a esquerda para 2020. Ontem o DIÁRIO DO RIO noticiou que o PSB, PDT e PV poderiam se unir em uma chapa com Martha Rocha (PDT) e Alessandro Molon (PSB).

Ao jornalista Cássio Bruno/O Dia, Brizola Neto criticou o protagonismo de Freixo e disse que a “A aliança não pode nascer com protagonismo e recall de eleições passadas”.

Brizola Neto é neto do ex-governador Leonel Brizola, e sobrinho-neto do ex-presidente João Goulart. Com 41 anos, foi presidente da Juventude Socialista do PDT de 2005 a 2007, vereador do Rio de Janeiro de 2005 a 2006, quando é eleito deputado federal, cargo que exerceu ate’2011. Foi Ministro do Trabalho e Emprego de 2012 a 2013.

Em 2018 ele deixou o PDT e se filiou ao PPL, e foi candidato a vice-governador na chapa encabeçada por Anthony Garotinho (PRP). Acabou ingressando no Partido Comunista do Brasil quando o PPL foi incorporado pelo partido.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui