Crônicas Cariocas: Por onde anda Pezão, o governador fantasma?

A campanha para o cargo de governador a todo vapor, notícias bombásticas, e Pezão, ocupante do cargo (ou não) sem sinais de vida. Parece estar em outro plano

Crônicas Carioca: o pai e o menino no ponto de ônibus

Em sociedades como a nossa, crescemos com a ideia de que sucesso é ter carro, mas isso vai na contramão de cidades desenvolvidas, onde o reflexo do "sucesso" é transporte público de qualidade - o que faz com que as pessoas usem cada vez menos carros

Crônicas Cariocas: o restante do país não ama chinelos como nós

Carioca, sempre que pode, usa chinelos. Às vezes, usa até quando não pode. Tem gente que usa até em casamentos...

Crônicas Cariocas: no embalo do sono

Pegar o ônibus em Curicica para saltar na Taquara, dormir e acordar no Centro, quem nunca? Felipe Lucena nos presenteia com mais uma Crônica Carioca.

Crônicas Cariocas: fila de celulares

No dia da última chuva que devastou a cidade do Rio de Janeiro, eu fiquei preso no trânsito, no ônibus. Por umas duas horas, nada andava na Linha Amarela, sentido Zona Oeste....