A Cachaça Tellura, de Campos (Rio de Janeiro), foi premiada nesta terça-feira, 30/07, em Londres, na “International Wine & Spirit Competition (IWSC) 2019”, competição anual que é referência mundial na avaliação de vinhos e bebidas destiladas. As Cachaças Tellura Prata e Tellura Jequitibá receberam medalha de prata, competindo com bebidas de países de todo o mundo.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, expectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

O resultado foi anunciado nesta terça-feira, dia 30/07, em Londres. A cada ano, a competição recebe inscrições de mais de 90 países. As avaliações foram realizadas por cerca de 400 especialistas globais, que julgam as bebidas participantes durante sete meses do ano.

O IWSC é organizado de modo que todos os vinhos e bebidas sejam provados às cegas, por isso as garrafas e formas permanecem desconhecidas durante as avaliações.

Para Carlos Alberto Corrêa, Diretor da Tellura, a premiação é um grande reconhecimento para a marca e para o Brasil. “A cachaça é uma bebida que remonta a história do Brasil. Ela caminhou em paralelo com os movimentos de independência do país, fez parte de importantes momentos no ciclo de desenvolvimento econômico até se tornar a marca cultural do povo brasileiro. Receber esse prêmio só reforça a importância em valorizar e fomentar os produtores de cachaças no nosso país”.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui