Foto: Edilson Dantas / Agência O Globo

Muito se tem questionado sobre como seria organizada a vacinação contra a Covid-19 e se haveria algum tipo de cadastro para as filas, evitando aglomerações. O governo de São Paulo, por exemplo, lançou um site do tipo e o governo do Rio confirmou que lançará sua plataforma, mas que ela não é necessária nessa primeira fase.

Como na primeira etapa, serão vacinados profissionais da saúde, idosos residentes em asilos e pessoas com deficiência residentes de abrigos, as doses serão levadas até os locais por equipes da secretaria de Saúde. Por isso, a plataforma para cadastros do Governo do Rio só será lançada nas fases seguintes de imunização.

Temos uma plataforma pronta, mas para essa primeira fase provavelmente não (será necessária), uma vez que o público será vacinado no seu local de trabalho“, explicou ao portal de notícias O Globo o subsecretário de Vigilância da Secretaria estadual da Saúde (SES), Alexandre Chieppe.

Procurada pelo portal de notícias, a Secretaria Estadual de Saúde respondeu que os detalhes sobre a plataforma do Rio devem ser divulgados ainda nesta segunda-feira. Já a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou que, na capital, não será preciso nenhum cadastramento prévio para vacinação.

4 COMENTÁRIOS

  1. Dúvida:farmacêutico que sofreu acidente e está afastado do trabalho,aguardando nova cirurgia para trocar prótese do braço, pode se vacinar?

  2. Dúvida: há idosos com mais de 80 anos que residem nas suas casas e há pessoas com dificuldades de locomoção, por exemplo. Já que não existirá cadastro prévio ou algum tipo de organização, pergunto se o “Dudu” acha legal deixar estas pessoas em filas. A mãe dele certamente não entrará em fila, ele vai privilegiar a família dele e de amigos de alguma maneira (e isto não será televisionado nem usado para marketing pessoal politico).
    E o ‘resto’? (para ele deve ser resto mesmo)
    As demais pessoas, que tem algum tipo de dificuldade de locomoção, muito idosas etc etc? O que o “dudu’ festeiro, bagunceiro, pensa fazer?

    • Os pais dele já tem mais de 80 anos. Se optarem por tomar agora não é privilégio, é direito. Além disso, caso a pessoa não possa se locomover, basta ligar pro posto que assim como em TODAS as demais vacinas, um técnico vai até a residência e aplica. Antes de falar, pesquise e se informe. A não ser que esse post seja de defensor do crápula incompetente do Crivella. Aí não tem jeito

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui