Na última quinta-feira (14), foi criada na Câmara de vereadores do Rio de Janeiro a Frente Parlamentar pela Liberdade Religiosa, liderada pelo vereador Reimont, a adesão ultrapassou rapidamente o número mínimo necessário para a criação da comissão.

“Tal iniciativa se faz necessária em virtude de todas as pessoas serem livres para aderirem ou não a uma crença religiosa. Vez por outra, vemos ataques gratuitos que, além de contrariar o direito constitucional de nosso estado laico quanto à liberdade de culto, fere frontalmente a dignidade humana”, justificou Reimont.

O vereador Vitor Hugo, declaradamente cristão, foi um dos primeiros a se manifestar para a adesão:

“No mundo, cerca de 100 mil pessoas são mortas a cada ano em virtude de sua religião. Precisamos lutar contra essa intolerância. Olhamos para o Brasil e vemos o aumento da discriminação, da beligerância e estes são sinais preocupantes que precisamos enfrentar, afinal vivemos num estado laico”, alertou Vitor Hugo.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

5 COMENTÁRIOS

  1. Excelente iniciativa! Gostaria somente de registrar uma crítica, que acredito ser construtiva: que o partido dos vereadores seja informado junto aos nomes dos mesmos.

  2. Falta do que fazer… Criar comissão para discutir o que já é definido é arranjar um jeitinho para fazer política barata e faturar caro.

  3. Excelente iniciativa !!! São pagos pra isso mesmo. Num momento em que a milícia domina parte considerável do território carioca e fluminense, estimulando a intolerância religiosa, toda ação é bem vinda para resguardar a Vida das pessoas.

  4. Tantas coisas mais importante para discutir, como a questão da Pandemia, os Edis insistem em discutir coisas sem relevância. Nojo desse pessoal!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui