Palácio Pedro Ernesto, a Câmara Municipal do Rio de Janeiro - Foto: Cleomir Tavares/Diário do Rio

A partir desta quinta-feira (12), o Palácio Pedro Ernesto, sede da Câmara Municipal do Rio, na Cinelândia, passará a funcionar também como ponto de vacinação contra a Covid-19, reforçando a estrutura de imunização da cidade do Rio. O atendimento seguirá o calendário da Prefeitura do Rio e funcionará no saguão principal, de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h, ofertando tanto a 1ª quanto a 2ª dose da vacina.

Cerca de 20 servidores de diversos setores da Câmara participaram nesta segunda-feira (09) de uma capacitação oferecida pela equipe da Diretoria de Vigilância em Saúde da Coordenadoria Geral de Atenção Primária da AP 1, no Centro do Rio. Os voluntários irão atuar no acolhimento e identificação do público que vier ser vacinado e deverão ficar atentos ao registro correto da dose da vacina que será aplicada, bem como no esclarecimento de dúvidas da população.

Presidente da Câmara, o vereador Carlo Caiado (DEM) destaca a importância da imunização de toda a população adulta da cidade. “Vamos reforçar a campanha não só com o espaço, mas com equipes, para ajudar a garantir que todo o calendário seja cumprido e possamos superar essa pandemia“, afirma.

Ainda esta semana, será a vez do treinamento dos vacinadores. Além dos servidores da Divisão de Saúde que irão aplicar a vacina, a Câmara do Rio realizou uma parceria com o Senac, e no total haverá 27 profissionais aplicando os imunizantes.

Para a chefe do Serviço Médico da Divisão de Saúde da Câmara do Rio, Dra Luana Cazzola, esta cooperação é fundamental para acelerar a vacinação no município. “É uma verdadeira força-tarefa para que possamos viabilizar e facilitar o acesso à vacinação de Covid, reduzindo as filas e aumentando o número de pessoas vacinadas. Sabemos como isso é importante para retomarmos às atividades da melhor forma possível”, acredita a médica.

A servidora da Câmara Giselle Guilherme revela estar emocionada em atuar como voluntária nesta campanha de vacinação. “Eu não esperava participar, mas eu perdi pessoas queridas para a doença, então está sendo bem significativo. A gente está vivendo um momento totalmente caótico neste um ano e meio de pandemia e ter essa responsabilidade de receber a população para exercer o direito à vacinação será uma experiência muito boa”.

Diretora da divisão de saúde da Coordenadoria de Saúde da Área Programática 1.0 da Secretaria Municipal de Saúde, Giselle Rocha afirmou que a ampliação da vacinação com a participação das equipes da Câmara será fundamental na atual fase de vacinação. “Esse grupo estará capacitado para registrar corretamente as doses de vacinas lançadas, acolher o cidadão, tirando dúvidas, e conseguindo atender a população de acordo com o calendário da secretaria municipal de saúde”, afirmou.

1 COMENTÁRIO

  1. Só quero saber se através desse ato politico pseudo social vai ser permitido que pessoas descalças, de chinelo de dedo, de sandália e trajando camiseta e bermuda vão poder entrar na câmara?
    Pois em visita ao Rio de Janeiro fui barrado pois estava trajando bermuda e sandália.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui