Câmara Municipal do Rio de Janeiro | Foto: Caio César

Dos 51 vereadores eleitos no último domingo (15/11) para a Câmara Municipal do Rio, apenas 17 não fazem parte do Parlamento atualmente. Os outros 34, dois em cada três vereadores eleitos, ou já haviam sido eleitos para o cargo em 2016 ou acabaram assumindo o mandato como suplentes ao longo dos últimos quatro anos.

Entre os reeleitos estão alguns dos mais bem votados, como Tarcísio Motta (PSOL), Carlos Bolsonaro (Republicanos) e Cesar Maia (DEM).



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Mudanças nas bancadas

A partir do ano que vem, três partidos representarão praticamente metade da Câmara: Democratas, PSOL e Republicanos terão, cada um, 7 vereadores, totalizando 21 dos 51 membros da Casa.

Veja o que mudou nas bancadas:

Aumentaram a bancada

  • PSOL: de 6 para 7
  • Republicanos: de 6 para 7
  • Avante: de 1 para 3
  • PT: de 2 para 3
  • PL: de 1 para 2
  • PTB: de 1 para 2

Entrarão na Câmara

  • O Novo e o PSL, que hoje não têm representantes, conseguiram uma vaga cada.

Mantiveram a bancada

  • PSD: 3
  • Cidadania: 2
  • PROS: 1
  • PMN: 1
  • Democracia Cristã: 1
  • Patriota: 1
  • PTC: 1
  • MDB: 1

Encolheram a bancada

  • DEM: de 8 para 7
  • Progressistas: de 6 para 2
  • PSC: de 3 para 2
  • Solidariedade: de 3 para 1
  • Podemos: de 2 para 1
  • PDT: de 2 para 1

O PSDB continua sem nenhum vereador.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui