Campeonato Mundial de Futsal no Rio de Janeiro

Teve uma certa discussão aqui nos comentários do Diário do Rio sobre a possibilidade de o campeonato mundial de Futsal deixar o Rio de Janeiro. A razão seria que a Prefeitura do Rio estaria se recusando a aportar o capital pedido. Pois bem, hoje o prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia, através de seu ex-blog explica o motivo da demora. Uma importante economia para os cofres da nossa cidade e de outras.

Veja o que disse o prefeito:

CAMPEONATO MUNDIAL DE FUTSAL NO RIO-CAPITAL!

Depois da discussão sobre os valores a serem aportados pelos governos ao campeonato mundial de futsal, quando a prefeitura do Rio não concordou com os 9 milhões cobrados (e mais 9 milhões para Brasília e mais 9 para Santa Catarina e mais 27 para o ministério dos esportes, num total de 54 milhões de reais), levando em conta outros eventos mundiais no Rio de igual ou maior porte, finalmente ontem, para alivio de todos e garantia para o Rio, o governo estadual assinou o contrato para a realização do evento. Serão 36 milhões de reais e não mais 54, e apenas Rio e Brasília participarão com 5,5 milhões de reais cada um (antes eram 9 de três) e o ministério entra com 25 milhões de reais. O evento ficou no Rio e o poder público economizou 18 milhões de reais.

O Globo
O diretor executivo informou, que os governos do Rio e de Brasília investirão 5,5 milhões de reais cada um e o governo federal 25 milhões de reais. O restante virá do setor privado. A Fifa aportará 100 milhões de dólares.

É por isso que sempre duvido da imprensa, eles não vão a fundo. Se na época tivessem mandado um email ao Cesar Maia ou ao secretário de esportes do município, saberiam a razão e teria sido uma notícia muito mais interessante. Mas será que seria interessante falar que o Poder Público economizou? Claro que não, isso é falar bem dos outros.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui