Tudo começou com o livro do médico, cientista e escritor Dráuzio Varella, “Carcereiros”, que tanto rendeu o documentário “Encarcerados”, de Pedro Bial, Claudia Calabi e Fernando Gorstein, como uma série que já emplacou duas temporadas.

Agora chegou a vez de “Carcereiros: O Filme” expandir o universo já mostrado na TV em uma história fechadinha. O foco é centrado em Adriano, o personagem de Rodrigo Lombardi.

Adriano é um historiador graduado que decidiu ser carcereiro. Contra a violência, ele tem um caráter íntegro e só quer garantir a tranquilidade e a segurança dos prisioneiros. Mesmo sofrendo a pressão da filha, vivida por Giovanna Rispoli, que prefere que ele abandone esse barril de pólvora e vá lecionar História. Então o impensável acontece e um terrorista internacional é mandado exatamente pra sua penitenciária em São Paulo.

Interpretado pelo sírio KaysarDadour, Abdel cometeu crimes tão hediondos que até a bandidagem quer executá-lo sem dó nem piedade. Mas Adriano é encarregado de garantir sua integridade física, durante a única noite que o terrorista vai passar no presídio. Já que, no dia seguinte, Abdel será levado pela Interpol.

Pra piorar, as duas facções criminosas engaioladas ali resolvem entrar em guerra justamente nesse momento. Parece que a presença de um assassino de inocentes acirra ainda mais a rivalidade entre elas, o que dá origem a uma rebelião. E como se não fosse o bastante, um grupo paramilitar fortemente armado invade o local, atacando policiais e detentos, numa clara operação de resgate.

“Carcereiros: O Filme” é tensão pura e conta com ótimas cenas de ação. Os depoimentos reais de agentes penitenciários vistos na série abrem espaço pra uma trama de ficção claustrofóbica.

Assim como vários integrantes do elenco da série de TV estão no longa, a direção nos dois casos coube a José Eduardo Belmonte. O mesmo de filmes instigantes como “Alemão”, “Meu Mundo em Perigo” e “Se Nada Mais Der Certo”.

Vale lembrar que outra obra de Dráuzio Varella, “Estação Carandiru”, rendeu uma produção de cinema poderosa dirigida pelo saudoso Hector Babenco.

O sistema penitenciário brasileiro volta à cena em “Carcereiros: O Filme”, que mostra o estrago que acontece quando se junta numa mistura explosiva traficantes, um terrorista e criminosos do colarinho branco. Disponível no Now, essa é a dica do dia do Canal Like (530 Claro).

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui