Política

Candidatos a deputado da saúde no Rio de Janeiro em 2022

Compartilhar

DIÁRIO DO RIO certamente é o veículo que dá maior atenção para a eleição ao legislativo. Foram mais de 50 entrevistas entre os candidatos a deputado (estaduais e federais). Entendemos que o eleitor tem grande dificuldade para encontrar em quem votar e não por acaso nosso Conselho Editorial fez duas listas: em quem votar para deputado federal no Rio de Janeiro em 2022 e em quem votar para deputado estadual no Rio de Janeiro em 2022.

Mas há dificuldades maiores, e há aqueles que prefiram votar por temas. Por isso, o Conselho Editorial do DIÁRIO DO RIO também elegeu algumas listas, com pautas específicas, sempre formadas por dois nomes, um para estadual e outro para federal.

Não precisa ser dito que a saúde pública salva vidas todos os dias. Somente por isso, que não é pouco, esse tema é o motivo de escolha de muitos eleitores. O Conselho Editorial do Rio de Janeiro escolheu Renata Souza (50007), estadual, e Daniel Soranz (5588), federal.

Renata não é uma política, imediatamente, associada à pauta da saúde. Contudo, durante a pandemia teve forte atuação no estado do Rio de Janeiro para amenizar os danos causados pela Covid-19. Soranz dispensa apresentações neste tema, pois foi secretário de saúde do munícipio por dois mandatos e meio.

Renata Souza (50007)

Deputada Renata Souza – Foto: Rafael Wallace

Renata atua na defesa dos Direitos Humanos há mais de 12 anos participando de movimentos sociais. Fez parte do mandato de Marcelo Freixo na ALERJ, integrando a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Com a eleição de Marielle Franco à Câmara Municipal do Rio de Janeiro em 2016, assumiu a chefia do gabinete do mandato.

Em 2018, Renata Souza foi eleita deputada estadual pelo PSOL, se tornando a mais votada da esquerda em todo o estado, com 63 mil votos. Na ALERJ, foi eleita a primeira mulher negra a presidir a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia.

Foi candidata pelo PSOL à prefeitura do Rio, nas eleições de 2020, com apoio do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e da Unidade Popular (UP).

Daniel Soranz (5588)

Daniel Soranz foi Secretário Municipal de Saúde da cidade do Rio de Janeiro de 2014 a 2016, na gestão do prefeito Eduardo Paes. Participou da criação do programa Saúde Presente, que elevou a cobertura de Saúde da Família na cidade de 3,5% para 70%, com a construção de 115 Clínicas da Família e a implantação de 1.280 equipes de Saúde da Família.

Durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, Daniel ficou responsável pela organização do sistema de saúde do município.

Quatro anos depois, Soranz reassumiu a Secretaria Municipal de Saúde do Rio com um desafio ainda maior: conduzir as ações de combate à pandemia da Covid-19 na cidade do Rio de Janeiro.

Hoje, Daniel Soranz é candidato a deputado federal pelo PSD, partido do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

Felipe Lucena

Felipe Lucena é jornalista, roteirista, redator, escritor, cronista. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, em Curicica. Sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da cidade do Rio de Janeiro.

Ver comentários

  • Não entendi. Como indicar para votar na área da saúde alguém que vendeu a saúde do Rio para as OS? Que faz campanha em órgão público, sendo isso proibido? Ainda mais que todo mundo sabe que ele vai voltar a ser secretário.
    O ideal é ele não se eleger