Foto: Caio César/CMRJ

A transformação do Democratas do Rio de Janeiro em um braço político do Pastor Silas Malafaia não desceu muito bem para o Presidente da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, Carlo Caiado. Ele que era presidente da Executiva Municipal do DEM, renunciou à presidência.

Em sua carta a presidência nacional do partido, representada pelo ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, diz que após a intervenção feita pelo DEM Nacional no Rio de Janeiro se sente desconfortável em continuar à frente do Diretório da Municipal do Rio de Janeiro.

Ele, entretanto, ainda não se desfiliou do DEM, ao qual está filiado desde os 19 anos. já que poderia cair como infidelidade partidária. O ex-prefeito do Rio e vereador Cesar Maia também continua no partido.

A intervenção no DEM do RJ foi bem traumática, após a expulsão de Rodrigo Maia, causada pelas rusgas com ACM Neto, era esperado que seu pai, Cesar, deixasse a presidência regional. Entretanto, ninguém esperava que o grupo de Maia fosse retirado sem aviso nenhum, apenas uma troca de e-mail por parte do novo presidente Sóstenes Cavalcante.

No momento Cesar Maia é pré-candidato a governador do Rio de Janeiro em 2022, muito provavelmente pelo PSD de Eduardo Paes. Mesmo partido que Caiado deve ir quando abrir a janela.

Enquanto isso, Indio da Costa, que já foi do grupo de Cesar Maia, e depois fundou o PSD junto com Kassab, mas deixou o partido quando Wladimir Garotinho se filiou. Agora voltará ao DEM, a convite de ACM Neto, e deve ser candidato a deputado federa em 2022.

2 COMENTÁRIOS

  1. Seleção natural para candidatos a NÃO SEREM VOTADOS nas próximas eleições. O cidadão precisa tomar rédeas e prestar atenção a esses politiqueiros oportunistas. Sem falar em nesse mau caráter do Malafaia…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui