A Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas), a Superintendência Integrada de Combate ao Crime Ambiental (SICCA), o Inea e a Superintendência Regional Médio Paraíba do Sul (Supmep) realizaram, na última semana, operação para fechar uma carvoaria clandestina no município de Volta Redonda, no Sul Fluminense. A ação aconteceu a partir de denúncia encaminhada pela Polícia Federal e apreendeu 72 sacos de carvão vegetal.

As equipes identificaram atividade de fabricação de carvão sem o devido licenciamento e intervenção em área de preservação permanente de curso d’água. Cerca de dez pessoas, entre fiscais do Inea e do 28º Batalhão de Polícia Militar, destruíram o forno usado para produzir o material. Além disso, foi identificada a supressão de vegetação nativa do bioma Mata Atlântica.

O responsável pela atividade e o proprietário não foram identificados. O Inea oficiou o Ministério Público Estadual e a Prefeitura Municipal de Volta Redonda para tomarem ciência e apurarem o crime.

Denúncias de crimes ambientais em todo o Estado do Rio de Janeiro podem ser feitas ao Linha Verde por meio dos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), 2253-1177 (capital), no aplicativo para celular “Disque Denúncia Rio”, onde usuários com sistema operacional Android ou iOS podem denunciar anexando fotos e vídeos, com a garantia de anonimato.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui