Respectivamente, Ulisses Pourchet e Janaína Pourchet - Foto: Reprodução/TV Globo

Uma tragédia marcou a noite da última quinta-feira (24/06) no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Um casal foi encontrado morto em um apartamento local. Ambos apresentavam marcas de tiro em seus respectivos corpos, e a principal suspeita é que o homem, Ulisses Carlos Pourchet, de 45 anos, que era comissário da Polícia Civil, tenha assassinado a mulher, Janaína Pourchet, de 44, e depois se suicidado. O crime, inclusive, foi presenciado pelo filho do casal, de 12 anos de idade, que chegou a pedir ajuda aos vizinhos para socorrer a mãe.

O Corpo de Bombeiros foi acionado às 22h12, mas, quando chegou ao local, o casal já estava morto. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico-Legal (IML), onde seriam periciados.

As investigação está a cargo da Delegacia de Homicídios da Capital, na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste. Os agentes conversaram com duas testemunhas do caso: o porteiro do prédio e um morador local.

Paralelamente, familiares do casal também devem depor, a fim de que os investigadores cheguem à conclusão se realmente foi um caso de feminicídio (assassinato de mulheres) seguido de suicídio.

Segundo casal encontrado morto no Rio esta semana

Na noite da última terça-feira (22/06), outro casal já havia sido encontrado morto no Rio, desta vez no Leblon, na Zona Sul. Diferentemente do caso do Recreio, porém, Matheus Correia Viana e Nathalia Guzzardi Marques, ambos de 30 anos, faleceram por asfixia após um vazamento de gás no banheiro do imóvel onde o rapaz morava, na Rua Bartolomeu Mitre.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui