Foto: Reprodução

Antes nunca do que muito tarde, de acordo com o site Poder Online, alguns deputados federais tem aconselhado ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), a pautar a cassação do mandato da deputada federal Flordelis, ato indicado pela comissão de ética da Casa, apenas quando o Congresso voltar ao trabalho 100% presencial.

Como não se sabe quando voltarão, provavelmente só no fim da vacinação, isso deve ficar para outubro. Aí em dezembro tem o recesso parlamentar, e só voltar em fevereiro. O que pode estender bastante a sobrevida de Flordelis.

Acusada de ser mandante do assassinato do marido, a parlamentar jura inocência. Resta saber se Lira vai querer essa batata quente em suas mãos.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui