Respectivamente, Leandro Castan, zagueiro do Vasco, e Leven Siano, pré-candidato à presidência do clube - Foto: Reprodução/Internet

No último dia 11/05, o zagueiro e capitão do Vasco, Leandro Castan, participou de uma live no YouTube no ”Canal Fui Clear”. No bate-papo, que abordou diversos assuntos em relação à carreira do defensor e sua passagem até então pelo Cruzmaltino, Castan se mostrou bastante incomodado com o fato de, em meio à grave crise financeira que passa o Gigante da Colina atualmente, com boa parte do elenco sem ainda ter recebido sequer 1 salário em 2020, um determinado candidato à presidência do clube estar fazendo promessas de contratar jogadores da Europa.

Embora não tenha citado o nome, a situação remete ao pré-candidato Leven Siano, que, entre promessas de aportes financeiros ao clube, tem dito que, caso seja eleito, pretende contar com atletas de status internacional. Entre os já citados por ele próprio, estão nomes como Ibrahimovic, Balotelli, Giovinco e Yaya Touré.

”A gente está com tantos meses, meses, meses, meses de salários atrasados, sabe? Então, talvez seja a hora de se unir mesmo, entendeu? Todo mundo ajudar. Aí, assim, o que me incomoda, o que me deixa, tipo: ‘Cara, não tô entendendo isso’: é ano de eleição, aí chega um cara e começa a falar que vai trazer 3 jogadores da Europa pro Vasco. Aí eu fico assim: ‘Cara, será que estou nesse time aí que ele tá falando?’ Eu não entendo, cara, não consigo entender. É loucura. Eu não gosto nem de ver. Como vou treinar, estando com meses e meses de salários atrasados, e tem um cara falando que vai chegar e trazer esse, aquele e aquele outro?!”, disse Castan, em tom de revolta.

O zagueiro, inclusive, fez questão de ressaltar que não estava falando aquilo em tom de defesa ao atual presidente do Vasco, Alexandre Campello, com quem Castan revelou que seu relacionamento atualmente ”não é como antes”.

”Eu e o Campello já tivemos um relacionamento muito bom. Hoje em dia, nosso relacionamento é tranquilo, mas, assim, não é como antes. A gente teve muitos problemas no caminho”, disse o zagueiro.

Atualmente, a dívida do Vasco com seu elenco profissional está dividida da seguinte maneira: quem ganha mais que R$ 50 mil, ainda não obteve nenhum pagamento em 2020; já quem recebe abaixo desse valor, recebeu no último dia 08/05 o mês de janeiro, tendo em aberto, agora, os meses de fevereiro, março e abril.

Nesta quarta-feira (20/05), inclusive, dia de vencimento do mês de abril no calendário de pagamentos cruzmaltinos, Leandro Castan fez uma publicação em seu Instagram ironizando o atraso de salários.

Tentativa de trazer secretário ”a seu favor”

Recentemente, segundo apurou o DIÁRIO DO RIO, Leven Siano se encontrou com o secretário estadual de Infraestrutura e Obras do Rio de Janeiro, Bruno Kazuhiro, e apresentou um projeto para São Januário, caso seja eleito.

Após essa reunião, Leven deu a entender, através de postagens em redes sociais, que Kazuhiro estaria apoiando sua candidatura, especificamente falando. Perguntado, o secretário esclareceu que é vascaíno e está disposto a debater melhorias que possam ser feitas no entorno de São Januário com qualquer candidato que venha a vencer o pleito, não se tratando de um apoio a alguém específico, e que obras relacionadas ao estádio em si cabem exclusivamente ao clube, e não à Secretaria.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui