Dados da Secretaria Estadual de Saúde e da Prefeitura Municipal de Duque de Caxias apontam que nesta quarta-feira (02/07), o município da Baixada Fluminense passou de 12 mil casos confirmados de Covid-19. O levantamento leva em conta os dados da SES-RJ que apontam 3.239 casos confirmados no município até o último boletim, nesta quarta-feira (02/07). Já a Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil, deu início em 06 de junho às ações de testagem rápida de covid-19, alcançando na última segunda-feira (29/06) a marca de 85.522 pessoas testadas no município. Deste total, 76.512 pessoas testaram negativo para o novo Corona vírus.

Os números da Secretaria de Estado de Saúde somados aos números divulgados pela Prefeitura Municipal de Duque de Caxias dão um total de 12.249 casos confirmados. A cidade de Duque de Caxias é a segunda do Estado do Rio de Janeiro em número de óbitos. O último boletim da Secretaria Estadual de Saúde confirma 448 mortes causadas por Covid-19.

Em entrevista na manhã desta quarta-feira (02/07) a rádio CBN, para falar sobre a inauguração de uma praça no bairro Jardim Primavera, que provocou aglomeração, com várias pessoas sem máscara, incluindo crianças, o prefeito Washington Reis (MDB) afirmou que ‘o Brasil hoje não é um caos dez vezes pior por causa da proteção de Deus’. No início da pandemia o alcaide também disse que a cura viria das igrejas. Ao justificar a situação, o prefeito disse que as pessoas foram testadas e máscaras foram distribuídas.

O prefeito ainda contestou o ranking de mortes da Secretaria de Estado de Saúde. Washington Reis disse que fez o dever de casa na testagem e distribuição de máscaras. ‘Nos temos adversários que ficam filmando tudo e divulgando na mídia’.

Médico Dráuzio Varella

Logo em seguida o médico e escritor Drauzio Varella participou da estreia do quadro ‘Viva bem CBN’. Ele falou sobre as consequências da inauguração da praça no bairro Jardim Primavera, em Duque de Caxias.

Eu posso tirar a conclusão que o prefeito é irresponsável. Pena que essas pessoas não paguem criminalmente pelos erros que cometem”, destacou Drauzio Varella. “Dizer que as pessoas foram testadas é enganar a população”, comentou Drauzio. O médico ainda falou sobre o risco da flexibilização do isolamento social, a importância do uso de máscara e a necessidade de evitar aglomeração. “‘Como uma pessoa que dirige uma cidade do tamanho de Caxias é tão ignorante assim?'”, questionou.

COMÉRCIO ABERTO OU FECHADO?

A Prefeitura de Duque de Caxias trava uma queda de braço com a Justiça do Rio de Janeiro que determinou a suspensão de decreto municipal que permitia a reabertura do comércio em Duque de Caxias. O município mesmo sendo o segundo em óbitos no Estado, mantém autorizado o funcionamento de estabelecimentos comerciais desde dia 8 de junho, seguindo decreto estadual.

Ao permitir a reabertura do comércio o prefeito, inclusive, garantiu também que iria se responsabilizar integralmente caso os números da doença aumentassem novamente.

Mas eu também tenho responsabilidade em relação à arrecadação, que caiu pela metade. Sem arrecadação, a gente não vai ter médico nenhum”, afirmou.

No dia 24/05, último dia antes da reabertura dos comércios, Duque de Caxias tinha 184 óbitos e hoje, são 448. Um aumento de 143,5% em número de vidas perdidas para o corona vírus.

2 COMENTÁRIOS

  1. O que a matéria me mostra, que não é só a questão da irresponsabilidade de um Gestor de uma Cidade ou de um Estado, mais um povo que não tem o bom senso e um pensamento crítico do que é certo ou não para poupar a sua vida e de seus familiares. Os próprios gestores colocam em risco a vida dos seus eleitores ou não, pois, para eles, o capital está acima de qualquer questão. E a ignorância do povo
    que não consegue discernir o perigo a sua volta, segue calado ao seu abatedouro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui