CCBB promoverá ciclo de debates para celebrar o centenário da Semana de Arte Moderna

'Contingências Antropofágicas - 100 anos depois de 22' será mediado pela jornalista e escritora Katia Canton, ganhadora de 3 prêmios jabutis

Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) promove ciclo de debates “Contingências Antropofágicas - 100 anos depois de 22”/ Foto: Aziz Filho

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Centro do Rio de Janeiro, promoverá de sexta-feira (11/03) à domingo (13/03), sempre às 1h30, o ciclo de debates “Contingências Antropofágicas – 100 anos depois de 22”, para celebrar o centenário da Semana de Arte Moderna. A jornalista e escritora Katia Canton será a mediadora dos debates, os quais vão discutir quais foram as influências deixadas pelo movimento na cultura brasileira.

O ciclo de debates foi organizado pelo escritor e mestre em Artes Visuais, Valdo Resende,cujo interesse é saber quais foram os impactos gerados pela primeira etapa do modernismo na arte contemporânea, além de identificar as formas de construção de uma identidade nacional através da arte. A discussões vão girar entorno de 3 aspectos: o histórico, o estético e o humano. Entre os palestrantes, estão Denise Mattar e Priscila Figueiredo (sexta), Carolina Casarin e Frederico Coelho (sábado), Agnaldo Farias e Marcelo Campos (domingo).

Katia Canton, 3 vezes vencedora do Prêmio Jabuti, lançará, no sábado (12/03), o livro “Ana e a Semana”, na Livraria da Travessa, de Ipanema, das 15h às 17h,cujo tema é o Movimento Modernista. O livro, destinado ao público jovem, articula a ocorrência de episódios verídicos com outros fantasiosos, ao fazer o menino João se transportar para aquela época, através da sua “entrada” em uma fotografia antiga, onde está a menina Ana. Assim, João e Ana percorrem juntos os eventos da Semana de 22, em uma viagem imaginária.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui