O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) traz para o Brasil uma retrospectiva da obra do sul-coreano Hong Sang-soo, um dos mais premiados cineastas contemporâneos. A mostra presencial “Encontros à deriva: Retrospectiva Hong Sang-soo” exibirá todos os 24 longas do diretor, em 36 sessões, permitindo o acesso do público brasileiro a obras aclamadas pela crítica mas raras no circuito comercial. Com curadoria de Isabel Veiga, Samuel Brasileiro e Vitor Medeiros, a programação inclui dois debates. Todas as atividades são gratuitas. Depois de estrear no Rio de Janeiro, a retrospectiva segue para o CCBB de São Paulo (de 11 de agosto a 6 de setembro) e de Brasília (de 21 de setembro a 17 de outubro). O projeto é patrocinado pelo Banco do Brasil, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.  

Entre os destaques da retrospectiva em cartaz no CCBB estão os filmes “Hahaha”, vencedor do prêmio “Un Certain Regard”, no Festival de Cannes 2010; “Nossa Sunhi”, ganhador do Leopardo de Prata de Melhor Diretor no Festival de Locarno 2013; “Certo Agora, Errado Antes”, vencedor do Leopardo de Ouro no Festival de Locarno 2015; “Na Praia à Noite Sozinha”, que estreou no Festival de Berlim, em 2017, recebendo o “Urso de Prata” de melhor atriz para Kim Min-hee; e o novíssimo “The woman who ran”, premiado com o Urso de Prata de Melhor Direção, em 2020.

Com uma linguagem minimalista, utilizando personagens banais, que vivem situações corriqueiras, o cinema de Hong flerta com o absurdo. Ainda que cada filme tenha características particulares, todos lidam com o mesmo universo e possuem uma estética muito parecida, como se cada obra fosse um novo episódio de uma interminável série sobre a ternura dos fracassos e a improbabilidade dos encontros. Hong criou seu próprio método de produção, que opera às margens da indústria audiovisual local, contando com uma mínima estrutura e baixíssimos orçamentos. A natureza insólita de seu processo de trabalho, personagens e temática traz a seus filmes uma densidade inesperada, que, ao mesmo tempo que causa estranheza, atrai e deslumbra.

Dois filmes podem ser assistidos também na plataforma Looke, de 2 a 8 de agosto: Na Praia à Noite Sozinha (Coreia do Sul, 91 min, 12 anos) e Certo agora, Errado Antes (Coreia do Sul, 121 min, 12 anos).

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui