Ilha de Paquetá - Foto: Reprodução/Carioca Sem Fronteiras

Os moradores de 2.322 imóveis na Ilha de Paquetá, bairro do Centro do Rio de Janeiro, que ficaram sem água por mais de 20 dias recentemente, não precisarão pagar as contas que serão emitidas da próxima quarta-feira (18/08) até 28/08. A informação foi repassada pela Cedae. Segundo a companhia, houve um vazamento na tubulação que atende a localidade, o que acabou causando instabilidade no abastecimento à população da região.

O serviço de reparo começou na última terça (10/08) e terminou na sexta (13/08). No domingo (08/08), a Cedae encerrou a reparação de um vazamento no duto subaquático de aproximadamente 4km que leva água à ilha. No entanto, durante a manutenção do sistema, as equipes descobriram um outro vazamento em junções e luvas de encaixe desse duto.

”Olha a que ponto chegou a cisterna: completamente vazia. Nível zero. E a bica?! Minha bica está seca”, disse uma moradora de Paquetá.

”O problema é histórico. É uma precariedade do sistema de abastecimento da Cedae aqui na ilha. E esse é um problema que a Cedae não toca, não resolve e traz muita indignação para o morador pois falta dignidade. Onde falta água, falta dignidade”, complementa.

Cada vez mais, o Shopping Paço do Ouvidor se fortalece como ponto de encontro no Centro do Rio. Passa no Paço.

De acordo com a Associação de Moradores de Paquetá (Morena), a Cedae enviou 70 mil litros de água para aproximadamente 4 mil moradores, o que daria cerca de 17,5 litros para cada habitante. Entretanto, ainda segundo a associação, além de terem sido contemplados apenas os locais munidos de cisternas coletivas, a quantidade não é suficiente para a semana inteira.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui