Água em 2020 no RJ - Foto: Saulo Angelo/AM Press & Images/Folhapres

Aproximadamente 1 ano depois do Rio de Janeiro ter passado pela ”Crise da Geosmina”, cariocas voltaram a relatar que a água estava com gosto e cheiro alterados. Segundo o governador em exercício, Cláudio Castro, a Cedae prometeu resolver o problema em até 48 horas. A informação é do Blog do Edimilson Ávila.

Na manhã desta quinta-feira, o Governo do Rio convocou uma reunião de emergência para evitar nova ‘crise da água’. Castro disse que a direção da companhia de saneamento lhe deu esse prazo – 48 horas – para acabar com o problema. Se até lá (sábado, 23/01) a água ainda estiver com gosto ruim e mau cheiro, ele afirmou que poderá tomar medidas drásticas.

O governador em exercício explicou ainda que a companhia já tinha identificado o problema na água na terça-feira (19/01), quando moradores começaram a reclamar. Ele disse que os técnicos aumentaram a concentração de carvão ativado na água. Essa foi a solução encontrada há um ano, no que ficou conhecido como a “Crise da Geosmina”.

Em entrevista ao RJTV, o presidente da Cedae, Edes Fernandes, informou que o sabor e o odor verificados na água eram muito característicos da geosmina, mas que ia esperar o laudo técnico, previsto para sair em cinco dias.

1 COMENTÁRIO

  1. Quantos litros de geosmina a mais precisaremos beber antes dessa empresa pastosa ser vendida a qualquer cristão que queira pegar essa bananosa?! Que haja ALGUÉM que queira pegar essa bananosa pastosa… Que PENA que ainda teremos uma CEDAE depois da privatização da distribuição!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui