Prédio da Cedae no Centro do Rio - Foto: Divulgação

A CEDAE religou com atraso captação do Gandu, após realizar a manobra preventiva para escoamento de água contaminada com geosmina. A concessionária havia divulgado que o serviço seria retomado às 5h da manhã, mas o retorno só ocorreu por volta das 7h45 desta sexta-feira (19/03).

O procedimento consiste em abrir as comportas da estação de tratamento para escoar a água para tentar reduzir a quantidade de algas. A Cedae admitiu que a quantidade de geosmina estava aumentando, após novas reclamações dos moradores do Rio de mau gosto e cheiro na água.

De acordo com a concessionária, a obra de proteção da tomada d’água, que deve solucionar em definitivo este problema, está em processo de elaboração de edital e será licitada nos próximos três meses.

Com a paralisação, o abastecimento pode levar até 48 horas para ser normalizado. O fornecimento de água deve ser normalizado em até 72 horas.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui