O Centro de Operações Rio (COR) e a empresa Surf Connect, que possui câmeras funcionando 24h na orla do Rio, assinaram, na quarta-feira, dia 5 de maio, um acordo de cooperação técnica que vai garantir ao COR o acesso integral às imagens dessas câmeras. A parceria, que não traz custo algum para a Prefeitura do Rio, vai acrescentar 14 câmeras Full HD da Surf Connect no sistema de monitoramento de ocorrências que possam impactar a rotina do carioca na orla. Deste modo, o acordo prevê uma melhora no tempo de resposta a problemas dessa região.

As novas imagens que chegam ao telão do COR são configuradas para exibir o mar, a faixa de areia e o calçadão. Por isso, não são consideradas como equipamentos de monitoramento do trânsito e nem de segurança pública. O COR e os órgãos da prefeitura que ele integra podem consultar as imagens para observar as condições do tempo e estimar a altura das ondas. Destaca-se como uma de suas principais funcionalidades a observação dos impactos causados pelo mar em dias de ressaca.

“O COR tem vocação para firmar parcerias que se transformam em benefício para o carioca. O acordo com a Surf Connect é mais um fruto deste trabalho. Com mais olhos na orla do Rio, temos a chance de agir mais rápido nos problemas que forem identificados pelas imagens das câmeras”, explica Bruno Ramos, Chefe executivo do COR.

Lauro Souza, fundador da Surf Connect, acredita que a parceria com o COR é uma oportunidade de ter reconhecimento e de poder ajudar o Rio. “As imagens das nossas câmeras vão permitir, por exemplo, que o COR acione mais rápido a Comlurb quando for necessário”, exemplifica Lauro.

A área de cobertura das 14 câmeras começa no Leme e passa por Copacabana; Praia do Diabo; Ipanema; início e final do Leblon; São Conrado; início, meio e fim da Barra da Tijuca; Praia da Reserva; Recreio; e início e fim da Macumba. A contrapartida prevista no acordo assinado é de que as publicações feitas nos canais de comunicação do COR registrem corretamente o crédito das imagens para a Surf Connect.

1 COMENTÁRIO

  1. Contudo é preciso observar tudo o que acontece na orla pois é rota turistica e assim é possível agir rápido. A prioridade das prioridades é a segurança e pra isso é preciso ordem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui