Centro do Rio terá duas sedes da Universidade de Oxford

As duas unidades cariocas da Oxford serão as primeiras da conceituada universidade britânica fora da Inglaterra

Universidade de Oxford (Foto: Reprodução Redes Sociais)

 

A prestigiada Universidade britânica de Oxford, terá duas sedes no Rio de Janeiro, ambas localizadas no Centro da cidade. A primeira, no Instituto Carlos Chagas, na Avenida Beira-Mar, que será utilizada pela equipe de pesquisas e cursos. Já a outra unidade, voltada para os projetos em parceria com o Ministério da Saúde, ficará no Centro Cultural do Ministério da Saúde, na praça Marechal Âncora. A notícia foi dada primeiramente pelo Jornal O Globo.

A Infraestrutura montada no Carlos Chagas terá como foco pesquisas independentes do governo, com recursos de outras instituições financeiras, uma delas, teve início há 14 dias, sobre terceira dose de vacina contra a Covid com a vacina da Clover. A ideia é que o local possa oferecer um intercâmbio entre professores brasileiros e estrangeiros., visando futuros projetos na área de prevenção a doenças infecciosas. Os laboratórios também terão estudo para o desenvolvimento de um imunizante contra a variante ômicron.

Em declaração ao Globo, Sir Andrew Pollard, que diretor do Grupo de Vacina de Oxford afirmou que o Brasil foi escolhido pela parceria no desenvolvimento da vacina de Oxford/AstraZeneca.

Os brasileiros deram uma contribuição imensa para proteger a humanidade contra o coronavírus com a assistência e desenvolvimento do imunizante. A vacina de Oxford não existiria se não fossem os pesquisadores e voluntários brasileiros que tomaram parte nos testes” afirmou.

9 COMENTÁRIOS

  1. Alem de virem com a desculpa de ter-nos escolhido. Ai da se apropriarão da nossas riquezas naturais para as tais pesquisas. Vão legitimar a invasão a nossa fauna e flora.

  2. Aí tem muito interesse externo em “xupar” o que tem sido desenvolvido com o esforço dos cientistas que ainda nos restam na Fiocruz, Ufrj, etc… muito mais barato. Quem está por tras disso. Não creio ser o governo federal pois não vi/ouvi nada sobre o assunto! …

  3. Claro, onde mais acharão terreno fértil para ensaios, com cobaias tão baratas e complacentes? É para isto mesmo que serve países em desenvolvimento..O Fauci já falou que iniciou os testes com crianças de 5 anos. Duvido que vá usar crianças daqui. Já teve o escândalo das crianças no orfanato na Polônia sendo usadas…Pais do Brasil, fiquem de olho ao levarem as crianças aos postos de saúde para as vacinais normais da primeira infância, já teve caso de vacina de covid sendo aplicada por suposto engano em bebês aí. Tudo muito triste, infelizmente.

    • Mas também já teve insulina sendo aplicada em cachorros…
      Isso tem nome de acidente.
      No caso, trata-se de acidentei aceitável que deve resultar em punições, quando envolve vidas, e quando aos cuidados da área da saúde os agentes erram por falta de cuidado, contrário à eficiência que se espera no serviço público corolário ao princípio Constitucional do mesmo termo.

    • Uma hora as crianças poderão ter que receberem vacina contra a Covid assim como tomam vacina contra caxumba, sarampo, coqueluche etc.
      Isso ocorreria no caso do vírus começar a ser mais ativo e atingir as crianças tal como atinge oa mais velhos.
      É só deixar o vírus à vontade circulando e fazendo suas mutações…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui