O final de setembro terminou com uma notícia bem triste para os amantes da boemia carioca no coração da Lapa e reduto de apreciadores de cervejas especiais: O Boteco Carioquinha sofreu um incêndio que segundo informações de amigos atingiu muito o terceiro e quarto andar do sobrado antigo que fica na Rua Gomes Freire.
O proprietário do bar Sergio Crespo soltou um post em uma rede social pessoal avisando que aos poucos manteria os clientes atualizados sobre a situação e que ninguém estava ferido.

Logo essa triste situação gerou solidariedade na comunidade cervejeira do Rio de Janeiro, já existem grupos de apoio organizando eventos e vaquinhas para arrecadar fundos para a reconstrução do Boteco Carioquinha, que completou 51 anos a poucos dias e que se mantem firme mesmo com a atual situação caótica do país, com certeza vai se reerguer.

O bar é conhecido por ter uma extensa carta de cervejas especiais e está sempre inovando nos seus pratos, bastão que passou de pai para filho. No comando do bar está Sergio Crespo ou Serginho para os amigos, sempre acompanhado e inovando com pratos temáticos de filmes, séries e dias especiais.

A comunidade cervejeira se mobiliza intensamente em grupos de telefone e redes sociais para ajudar o bar, um evento chamado Carioquinha Day foi marcado para o dia 8/10 às 12h na Praça Paris, na Glória. A galera já está até usando a Hashtag #somostodosbotecocarioquinha

Você também pode ajudar pelo site: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/amigos-do-boteco-carioquinha

 

Flávio Lima é produtor de destilados, cervejeiro caseiro, Beer Sommelier, Bartender especialista em GIN, jurado gastronômico e administra o Instagram Bares cariocas. Triatleta de garfo, faca e copo com mais de 1000 bares visitados, tem um imenso amor pela boemia carioca do Pé sujo até a alta coqueteleira. É usuário de doses nada homeopáticas do líquido sagrado, segue de bar em bar evoluindo e compartilhando a cultura de boteco.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui