Foto: Agência Brasil

Entre primeira e segunda dose, a cidade do Rio de Janeiro ultrapassa a marca de 3 milhões de doses aplicadas da vacina contra Covid-19. Do total de 3.007.601 doses, 2.068.173 foram utilizadas na primeira dose e 939.428 para completar o esquema vacinal, com a segunda dose.

Até esta quinta-feira (27/05), 30,6% dos cariocas já receberam a primeira dose do imunizante. Para definir esse dado, foi considerada a estimativa do Instituto Pereira Passos para o ano de 2019, que apontava que a cidade tinha 6.661.359 habitantes.

Nesta quinta-feira, podem receber a primeira dose da vacina contra Covid-19 pessoas com comorbidades ou dos outros grupos prioritários na faixa etária de 28 anos no turno da manhã; e de 27 anos, à tarde; além de trabalhadores da educação de 46 anos ou mais. A partir da próxima semana, a vacinação será estendida para a população em geral, sempre respeitando o escalonamento etário.

Na atual etapa da campanha, que vai até 29 de maio, a vacinação é voltada para os grupos prioritários, seguindo calendário escalonado por idade. São ainda atendidas nesta etapa pessoas com síndrome de Down e com doença renal crônica (em diálise) a partir de 18 anos, sem escalonamento etário. Gestantes e puérperas com comorbidades, a partir de 18 anos, também podem se vacinar. Por orientação do Ministério da Saúde, elas receberão apenas as vacinas Pfizer e CoronaVac, de acordo com a disponibilidade. Para tomarem a vacina devem apresentar laudo médico detalhado justificando a recomendação e avaliação da relação risco-benefício para a vacinação, além da assinatura do termo de consentimento.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui