Para quem não sabe,  "Cidade Limpa" é o apelido de uma lei municipal de São Paulo que proíbe a propaganda em outdoors na cidade. Os anunciantes têm a opção, entretanto, de utilizar como alternativa itens do mobiliário público urbano, tais como abrigos de ônibus, relógios públicos e placas de rua. A iniciativa que no inicio gerou polêmina na capital paulista mas acabou sendo bem aceita depois que foi visto os resultados.

De acordo com o jornal O Dia, o prefeito Cesar Maia teria gostado dos resultados e debateu sobre a lei ontem com o prefeito Gilberto Kassab (do mesmo partido de Cesar Maia, Democratas) e teria pedido ao líder do DEM na Câmara dos Vereadores, Paulo Cerri para apresentar o projeto que prevê limites e multas para quem inundar a cidade com publicidade. O projeto será aprewsentado hoje.

A medida também impõe a remoção da maioria das placas já instaladas. "Será proibida a instalação de anúncios em vias, parques, praças, zonas de uso residencial, postes e passarelas", adianta Cerri. Com a retirada de propagandas de áreas residenciais, Copacabana seria o primeiro bairro a sofrer mudança.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui