A deputada federal Clarissa Garotinho pode ser candidata ao Senado pelo Rio de Janeiro em 2022, é o que diz a jornalista Berenice Seara, do Extra. A promessa teria sido feita pelo prefeito de Belford Roxo e presidente estadual da sigla, Waguinho, a família Garotinho. Waguinho quer uma mulher como candidata ao Senado.

Tudo dependeria do futuro de Anthony Garotinho, que pode estar ou não inelegível em 2022. Caso esteja elegível, Garotinho seria eleito facilmente como deputado federal (até como um dos mais votados do estado), permitindo que a filha possa tentar uma candidatura mais difícil.

A costura pode atrapalhar bastante o senador Romário (PL), que conta com a vaga do partido para tentar sua reeleição em 2022. Mas o PL pode preferir uma aliança com o PSL, com seu tempo absurdo de Tv e os votos dos Waguinho, Brazão e Garotinho, para tentar reeleger o governador Claudio Castro (PL).

Como se sabe, algumas pesquisas mostram dificuldades para Castro, e sacrificar o Baixinho poderia ser providencial para aumentar suas chances. Se o PSL decidir caminhar com Mourão, pode ferir gravemente a candidatura do governador.

E, convenhamos, Clarissa fez muito mais pelo Rio como deputada federal, do que Romário. Entre eles está o projeto que divide o fundo federal entre Brasília e Rio de Janeiro, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 148/19 tem como intuito fazer uma divisão desses investimentos, que vão para a Capital do País, com o Rio de Janeiro, que foi Capital do País antes de Brasília e perdeu muitos recursos após a mudança.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui