Clarissa Garotinho (PROS) e Jean Wyllys (PSol) podem respirar aliviados, é que um dos 2 poderiam perder a cadeira de deputado federal caso o TSE tivesse decidido no dia 27/11 pelo registro de candidatura de Washington Quaquá (PT).



É que, o ex-prefeito de Maricá, recebeu mais de 73 mil votos para deputado federal, mas seu direito ao mandato ainda dependia de julgamento pelo TSE. Já Wyllys foi o deputado federal menos votado em 2018, com apenas 23 mil votos, só que Clarissa entrou na sobra de votos do PROS, coisas da democracia brasileira.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui