Copacabana - Rio de Janeiro - Foto: Alexandre Macieira|Riotur

O Governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, quer fechar os acessos ao bairro de Copacabana para evitar aglomerações de cariocas e turistas durante o Réveillon. Segundo a proposta que o governador levará ao prefeito da capital em exercício, Jorge Felippe (DEM), somente os moradores da região poderão circular pelas ruas.

Jorge Felippe é presidente da Câmara dos Vereadores e assumiu a prefeitura após a prisão e afastamento de Marcelo Crivella (Republicanos). Fernando Mac Dowell, que era o vice de Crivella, morreu em 2018.

Além disso, Cláudio Castro mantém conversas com o Metrô Rio para reduzir o fluxo de pessoas utilizando o transporte no bairro e no seu entorno. A informação é do jornalista Edimilson Ávila.

A tradicional queima de fogos em Copacabana já havia sido suspensa, mas as festas particulares promovidas por donos de quiosques ainda podem acontecer.

2 COMENTÁRIOS

  1. […] A Prefeitura do Rio de Janeiro, comandada interinamente pelo vereador Jorge Felippe (DEM), proibiu que haja queima de fogos e que aparelhos de som seja utilizados em toda a extensão da orla da cidade no Réveillon. Vale lembrar que, na última quarta-feira (23/12), já havia sido anunciado o fechamento dos acessos a Copacabana e a proibição de estacionamento na orla. […]

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui