Fachada da Cobal do Humaitá, na Zona Sul do Rio - Foto: Carlos Brito/G1

O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos(PPI), do Governo Federal, em sua 17ª reunião, realizada no último dia 24/08, entre outras atribuições, autorizou a alienação tanto da Cobal do Humaitá quanto da Cobal do Leblon. Na prática, isso significa que os imóveis podem ser vendidos.

Segundo o projeto, os imóveis do Humaitá e do Leblon deverão considerar a manutenção da prestação de serviços relativos à comercialização de produtos hortifrutigranjeiros, a melhoria na qualidade da prestação dos serviços e a modernização e adequação das instalações visando maior segurança e acessibilidade para os usuários.

O conselho do PPI é presidido pelo presidente da República e conta com a participação de sete ministros e dos presidentes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Banco do Brasil e da Caixa Econômica.

Além dos espaços do Humaitá e Leblon, outros imóveis da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) entram no mesmo critério. Segundo o PPI, com as novas inclusões, o programa passa a contar com 446 projetos.

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui