O Governador Cláudio Castro (PL) anunciou, nesta terça-feira (14/09),  a obra de reforma na cobertura em seis blocos do prédio da Cidade da Polícia, localizada na Avenida Dom Hélder Câmara 2.066, em Vieira Fazenda. As intervenções serão executadas pela Empresa de Obras Públicas do Estado (EMOP), vinculada à Secretaria de Infraestrutura e Obras (Seinfra). Assinaram o início das obras o governador Cláudio Castro, o secretário estadual de Infraestrutura e Obras, Max Lemos (PSDB) e o secretário de Estado de Polícia Civil, Allan Turnowski.

A obra de reforma na cobertura do telhado dos seis blocos da Cidade da Polícia contemplará a revisão de toda a cobertura para retirada de vazamentos, reparo e impermeabilização de calhas, substituição de forro e pintura de paredes e tetos. Serão investidos R$ 409.000,00 e a duração prevista da obra é de cinco meses. Os recursos para execução das melhorias são da Secretaria Estadual de Polícia Civil (Sepol).

Durante a cerimônia que marcou  o primeiro ano da nova gestão da Polícia Civil, realizada no auditório da Cidade da Polícia, o governador Cláudio Castro declarou que vai continuar investindo na segurança pública e garantiu condições dignas de trabalho aos profissionais .  “Vamos começar a reforma de todo o telhado, dei determinação  que reabra todos os IMLs do estado. Não dá para uma máquina fazer o que a Polícia Civil faz. O ser humano é quem faz a diferença. Não tem limite de investimento para que a gente dê condições dignas para a Polícia Civil. O que queremos hoje é uma polícia forte e com respeito ao policial”, afirmou o governador ao anunciar junto com a obra o encaminhamento para a Alerj da Lei Orgânica da Polícia Civil.

Segundo o secretário estadual de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, é muito importante estar na Cidade da Polícia para dar a ordem de início simbólica a uma série de obras que acontecerão de infraestrutura, para as Polícias Militar e Civil. “Hoje, nós estamos dando a ordem de início, recuperação completa do telhado de toda a Cidade da Polícia. É um símbolo de tantas obras que serão lançadas, nos próximos meses, tanto na Polícia Civil como na Militar”, afirmou Max.

Já o diretor-presidente da EMOP, André Braga, destacou que a obra de reforma já vinha sendo solicitada há algum tempo. “O telhado é um problema crônico existente na Cidade da Polícia. A reforma e a impermeabilização  agora saem do papel. Partimos para solucionar este grave problema que afetava aquela estrutura”, afirmou André Braga.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui