Apreensão de 5 toneladas de cocaína no Porto do Rio em 05 de outubro de 2021
Apreensão de 5 toneladas de cocaína no Porto do Rio em 05 de outubro de 2021 - Foto: Reprodução/G1

Na noite da última terça-feira (05/10), a Polícia Federal (PF), por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), apreendeu 5 toneladas de cocaína no Porto do Rio de Janeiro. Trata-se de um recorde no confisco da referida droga na história do estado.

Apoiados pela Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho (Direp), da Receita Federal, os agentes da PF localizaram, num primeiro momento, aproximadamente 4,3 toneladas de cocaína em contêineres. A droga, que seria encaminhada a Moçambique, na África, e posteriormente a Las Palmas, na Espanha, estava escondida dentro de caixas de sabão em pó.

Paralelamente, enquanto os federais descarregavam o lote, outros agentes encontraram um novo contêiner, que, por sua vez, tinha cerca de 700kg de cocaína, também em caixas de sabão em pó.

Até então, o recorde do RJ era de 2,5 toneladas, apreendidas em um único dia em 2020. No mesmo ano, inclusive, a quantidade total de cocaína apreendida, considerando os 365 dias, era de 4 toneladas. Vale ressaltar que, após a apreensão, a PF instaurou inquérito para apurar quem são os responsáveis pelo transporte internacional da droga.

Outro destaque importante é que a operação foi deflagrada após os agentes receberem informações do Disque Denúncia (DD). O delegado da Polícia Federal Bruno Tavares, inclusive, atribui a velocidade de difusão da equipe do DD ao sucesso da ação, uma vez que a carga sairia do Porto na manhã desta quarta (06/10).

”A gente usualmente recebe vários dados e denúncias, mas nesta em específico chamou a atenção a riqueza de detalhes, todo o conhecimento da informação que garantiu o sucesso da empreitada”, disse ele.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui