Imagem meramente ilustrativa - Foto: Divulgação/Secretaria Estadual de Agropecuária

Realizada no último mês de maio, a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Febre Aftosa atingiu, em todo o estado do Rio de Janeiro, cerca de 2,4 milhões de bovinos e bubalinos, registrando o índice de 92,30% animais imunizados contra a doença, ultrapassando a meta estabelecida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

”Mais uma etapa vencida! Estamos avançando rumo à retirada da vacinação contra a Febre Aftosa no estado do RJ, este é o nosso objetivo. Quero agradecer o empenho e colaboração dos produtores rurais, secretarias municipais de agricultura, sindicatos rurais, empresas vinculadas e servidores da Defesa Agropecuária. Essa parceria é valiosa”, celebra o secretário estadual de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Já segundo o superintendente de Defesa Agropecuária, Paulo Henrique Moraes, o índice vacinal alcançado no RJ é de extrema importância para manter o status de área livre com vacinação e é um dos fatores exigidos para avançar para a área livre de Febre Aftosa sem vacinação. ”O resultado nesta última etapa foi melhor do que o obtido na 1ª etapa do ano passado, demonstrando a integração e o comprometimento de todos os envolvidos”, complementa.

Este resultado confirma todo o cuidado e atenção dos produtores e servidores em relação à sanidade do rebanho, boas práticas e bem-estar animal. Vale lembrar que a participação durante as etapas de imunização é de grande relevância e a aplicação da vacina e a comprovação junto à defesa agropecuária são obrigatórias. O pecuarista que ainda não conseguiu comprovar a vacinação deverá enviar a declaração, mesmo após o encerramento da etapa, mas estará passível de penalização.

Vale ressaltar que, quem tem dúvidas sobre o assunto, pode entrar em contato com o Núcleo de Defesa Agropecuária de sua respectiva região e obter mais informações.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui