Vacina contra a Covid-19 - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Nesta terça-feira (20/07), durante o lançamento do programa Emprega Juv, o secretário de Saúde do município do Rio, Daniel Soranz, defendeu que com o crescimento do número de casos da variante delta, o mais importante neste momento é acelerar a vacinação contra Covid-19. A cidade tem 23 pacientes confirmados com a variante.

O importante nesse momento é acelerar a vacinação. Estamos num momento de redução do número de casos e de óbitos, mas é importante manter as restrições, o uso de máscaras, lavar as mãos e evitar aglomerações, pelo menos até o próximo boletim epidemiológico, que será divulgado na sexta“, disse o secretário.

Segundo Soranz, a cidade deve se manter na bandeira laranja, com risco alto. Por isso, as restrições que já estão em vigor devem ser mantidas.

Nos 110 países em que ela se apresentou, a variante Delta se mostrou predominante, mais infecciosa que as demais. Mas há uma hipótese que seja menos letal e cause menos internações”, afirmou.

Variante Delta

Nesta segunda-feira (19/07), o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, em entrevista ao “RJ1”, na “TV Globo”, afirmou que a variante delta da Covid já é a segunda mais encontrada no estado do RJ, “atrás apenas da P.1, a variante de Manaus”.

Preocupa muito pelo fato de a delta ter se espalhado muito rapidamente. Em menos de um mês, ela se tornou a segunda variante mais predominante”, disse.

1 COMENTÁRIO

  1. “Hipótese de ser menos letal e causar menos internações” é isso? Trabalhando com hipóteses…
    Que péssimos gestores públicos!!!
    Fato é que tem não muito menos internações, mas é maior o período, sendo menos mortal. De qualquer forma também impactam na economia. O afastamento do trabalho e sequelas, reabilitação, em alguns casos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui