Com diferenças de preços de até 82.5%, presente do Dia dos Namorados pode sair salgado, segundo o Procon Carioca

O produto com o valor mais discrepante foi a Fritadeira Elétrica Mondial Air Fry, com preços de R$ 287,07 e de R$ 524,00

Fiscalização do Procon Carioca para o Dia dos Namorados / Divulgação

Nas proximidades do Dia dos Namorados (12), o Procon Carioca, entidade vinculado à Secretaria Municipal de Cidadania, da Prefeitura do Rio, fez um levantamento em 6 sites de grandes lojas e verificou os preços de 25 produtos, para orientar o consumidor na hora de comprar o presente para o seu namorado ou sua namorada.

Os sites da Amazon, Casas Bahia, Americanas, Shoptime, Magalu e Shoptime foram os escolhidos pelo Procon, para fazer a avaliação dos preços, que variaram de 7,14% a 82,5%, em alguns produtos. A pesquisa foi feita, no dia 03/06. A Fritadeira Elétrica Mondial Air Fry AFN-40-BI 4L, foi o produto com o valor mais discrepante, segundo a pesquisa. O seu preço variou de R$ 287,07 a R$ 524,00.

Mas outros produtos também apresentaram uma variação de preços igualmente exorbitante, de acordo com os fiscais do órgão. A máquina de café expresso Nescafé Dolce Gusto Mini Me Automática, foi encontrada com preços variando de R$419,00 a R$729,99 – 74,22% de variação.  O Ar Condicionado Split Consul 9.000 BTU, mesmo no inverno, também apresenta uma diferença de preço considerável: o mais barato sai por R$1.359,00 e o mais caro por R$2.219,00, o que representa 63,28% de diferença.

Aos sair do mundo dos eletromésticos e entrar no mundo dos cosméticos, o cenário não é menos desanimador. O perfurme Carolina Herrera Good Girl Eau De Parfum Feminino 80ml alterna, por exemplo, foi encontrado a R$ 334,58 e R$552,89, ou seja, 65,25%, de variação entre as empresas pesquisadas.

O diretor executivo do Procon Carioca, Igor Costa, alertou os consumidores que comprarem pela internet para somente atestar o recebimento do produto, após conferir se eles se encontra em perfeito estado.

“Antes de concluir a compra, o consumidor deve se informar se a loja aceita trocas e verificar as condições para realizá-la. Essa informação é muito importante, pois as lojas não são obrigadas a trocar produtos sem defeito, simplesmente porque não agradou ou o tamanho não serviu “, orientou o diretor do Procon Carioca.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui