Foto: Divulgação

Dando continuidade às audições dos investigados acerca das supostas irregularidades cometidas na área da saúde do RJ durante a pandemia do Coronavírus, a Comissão de Fiscalização dos Gastos de Combate à Covid-19, pertencente à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), vai ouvir, na próxima segunda-feira (29/06), às 10h, Hélcio Watanabe, superintendente do Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas), organização social (OS) investigada no inquérito. A audiência será realizada de maneira virtual e terá transmissão ao vivo pela TV Alerj, no YouTube.

Relator da comissão, o deputado Renan Ferreirinha (PSB) espera que Watanabe explique por que a OS recebeu R$ 256 milhões do Governo do Estado e não conseguiu entregar 1 hospital de campanha completo sequer. Além disso, o parlamentar também quer saber se a organização pretende ressarcir ou não os cofres públicos.

Vale ressaltar que, em seu relatório de visitas aos hospitais de campanha, Ferreirinha recomendou ao Governo do RJ a desqualificação do Iabas em qualquer futuro contrato, dado a inabilidade da OS e o seu prejuízo a milhares de vidas, ceifadas por falta de tratamento adequado decorrente do atraso nas obras dos hospitais de campanha.

Nesta quinta-feira (25/06), a Comissão Especial da Alerj ouviu, pela segunda vez, o ex-secretário de Saúde do RJ, Fernando Ferry. Segundo relatos, ele estava mais tranquilo do que em seu primeiro depoimento e disse ter saído do comando da pasta para não acabar ”manchando seu CPF”.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui