Foto: Reprodução Internet

Você sabia que suas embalagens plásticas de amaciantes, sabão, alvejantes, tampinhas de refrigerantes, suco e água podem se transformar em brinquedos, bancos e mesas para as praças e espaços públicos da cidade? Com esse objetivo de conscientizar a população, visando aumentar o recebimento desse tipo de material, que a Comlurb lançou no último dia (11/12) o projeto “Á Mágica da Reciclagem“.

As embalagens desse produtos são matéria-prima para a madeira plástica, que é utilizada para confecção de mobiliário urbano. A iniciativa faz parte do Rio Novo Olhar, programa da companhia que revitaliza praças e espaços públicos da cidade, reunindo órgãos da Prefeitura e a iniciativa privada.

Além de retirar grande quantidade de material nocivo de circulação, os produtos podem ser comercializados, gerando emprego e renda aos cooperativados. A madeira plástica tem muitas vantagens sobre a natural, como durabilidade, impermeabilidade, resistência à pragas e baixa manutenção dos equipamentos instalados em ambientes abertos.

Paulo Mangueira, Presidente da Comlurb, falou dos benefícios da nova campanha: “É uma honra para a Companhia transformar os materiais em brinquedos e mobiliários de madeiras plásticas para as comunidades. Além de melhorar o local, evitamos que eles sejam descartados incorretamente, e também geramos renda para os trabalhadores das cooperativas de catadores“, declarou.

Com o aumento do recolhimento de materiais, vamos poder levar ainda mais mobiliários urbanos e brinquedos para áreas que precisam, além de ajudar mais famílias que dependem desses resíduos recicláveis. Mas tudo depende da colaboração e boa vontade da população. Então, vamos colaborar!”, enfatizou.

Todas as gerências da Comlurb receberão os materiais.

o projeto “A Mágica da Reciclagem”, realizado em parceria com a Obra Social Abrace o Rio, coordenada pela primeira-dama do município Sylvia Jane Crivella.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui