2016bid  Devo falar sobre Rio 2016 até sexta-feira e, espero, depois. Algo que alguns devem ter se perguntado é de como é feita a votação em que escolhe qual das candidatas será a sede dos Jogos Olímpicos. Peguei um artigo do More Than Games em que explica como foi feita a escolha de Londres e dá importantes lições.

 

Quem escolhe a cidade sede são os 106 membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) com direito a voto. Destes 106 retira-se os que representam países de cidades candidatas. São dois dos EUA, um da Espanha, dois do Japão e dois do Brasil (Nuzman e João Havelange) e o presidente do COI, Jacques Rouge, só vota em caso de empate.

 

Para vencer é necessária a maioria simples dos votos, ou seja, na primeira votação, com 98 votantes, é necessário 48 votos. Caso nenhuma cidade atinja, e não vejo isso acontecendo, a com menos voto é eliminada e um novo turno se inicia. Até restar apenas duas.

 

velodromo2O voto é secreto, feito através de um aparelho eletrônico. E é muito raro que um membro do COI revele suas intenções. E é bem capaz de alguns votarem em uma cidade para não vê-la humilhada e saindo no primeiro turno.

 

Veja como foi a decisão que escolher Londres para sediar os Jogos Olímpicos de 2012. Havia cinco candidatas: Londres, Madri, Moscou, Nova Iorque e Paris.

 

O primeiro turno foi assim:

Londres – 22, Paris – 21, Madri – 20, Nova Iorque – 19, Moscou – 15

 

No segundo turno, com a saída de Moscou, se teve mais dois votos dos membros russos do COI e 15 votos voando. Apesar disso se vê que Nova Iorque perdeu 3 votos e Madri subiu para primeiro devido a influência do ex-presidente do COI Juan Antonio Samaranch que ainda tem muita influência dentro do Comitê:

Madri – 32 (+12), Londres – 27 (+5), Paris – 24 (+3), Nova Iorque  – 16 (-3)


Logo Londres 2012 Com a eliminação de Nova Iorque sobram os 16 votos que teve mais dos membros americanos do COI:

Londres – 39 (+12), Paris – 33 (+9), Madri – 31 (-1)

 

No final, em uma disputa tão acirrada quanto deve ser Rio e Chicago

Londres – 54 (+15), Paris – 50 (+17)

 

Bem… Madri não deve conseguir que, pela primeira vez desde 1948, tenham duas sedes seguidas na Europa. Entretanto, seu Comitê Olímpico é muito forte ou seja é uma importante carta na mesa e seus votos podem ir para o Rio de Janeiro.

 

Essa semana vai ser extremamente importante em Copenhagem e uma importante figura lá vai ser Carlos Arthur Nuzman que vai exercer uma papel fundamental para a sonhada conquista carioca para sediar os Jogos Olímpicos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui