O Carnaval se aproxima. Contudo, o Coronavírus, que está causando mortes em alguns países, preocupa foliões. Muita gente teme que o vírus chegue ao Brasil, sobretudo por conta da grande presença de estrangeiros em nosso país nos dias de folia. Como aproveitar os blocos e outros eventos, com a presença de muitas pessoas, sem se preocupar com essa doença?

A recomendação da infectologista e professora do curso de Gestão Hospitalar da EAD Unicesumar, Karla Larissa Trassi Ganaza, é evitar a exposição nos casos de grupos de risco, como idosos, pessoas com imunidade baixa, crianças bem pequenas ou estiver grávida.

Do contrário, segundo a médica, a folia está liberada. Karla lembra que para quem cuida bem da saúde, bebendo muita água, comendo em locais limpos e fazendo a higiene das mãos com frequência, o risco é menor.

“Diante do conhecimento ainda limitado sobre esse novo tipo de coronavírus, a comunidade científica internacional tem se mobilizado em busca de respostas sobre os modos de transmissão da doença, sintomatologia dos pacientes, medidas preventivas e tratamentos a serem realizados”, diz a especialista.

Algumas atitudes são úteis, de acordo com estudiosos do assunto. Entre elas estão: lavar, sempre que possível, as mãos com álcool em gel ou sabão e evitar o compartilhamento de copos. No mais, é só curtir. Inclusive, a lista de blocos do DIÁRIO DO RIO já está no ar.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui