Foto: Sergio Souza

O poker está cada vez mais competitivo no Brasil. Ora por decorrerem torneios importantes no país (Ex: BSOP – Brazilian Series Of Poker ou WSOP BR – World Series Of Poker – Circuit Brazil), ora por aparecerem jogadores de qualidade mundial, a verdade é que o assunto poker está cada vez mais mediático na sociedade brasileira.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Tudo isso, graças à aptidão do povo brasileiro face a este esporte, o aprendizado que tem sido feito ao longo dos anos e a vontade de vencer que tanto caracteriza a nação.

Por outro lado, tem sido feito um esforço conjunto em inúmeras áreas que vem permitindo a potencdialização do talento brasileiro.

Desde a criação de leis para regulamentar a prática até as condições dadas aos jogadores, este esporte vem crescendo e poderá entrar para a história.

O primeiro passo para dominar o poker mundial!

Um dos primeiros passos que foram dados foi a criação de leis que favorecem os jogadores e os aspirantes a jogadores profissionais.

Sejam ou não amadores, estima-se que existam no Brasil mais de 7 milhões praticantes do poker. Grande parte desta fatia de jogadores joga virtualmente. Contudo, em 120 milhões de utilizadores de internet, não deixa de ser uma amostra bem significativa.

Iso quer dizer que o mercado já existia, só faltavam melhores condições para esse crescimento.

Primeiro, foram criadas escolas de poker. No país, existem inúmeras associações que ensinam o jogo e clubes voltados a orientar os jogadores para que estes consigam fazer carreira, seja em mesa física ou até mesmo online. Para completar, essas associações contam com o suporte de uma entidade nacional própria, a Confederação Brasileira de Texas Hold’em, reconhecida pelo Ministério do Esporte, como órgão soberano da modalidade. Este foi um dos principais incentivos paar que cada vez mais os brasileiros pudessem aprender e desfrutarem da modalidade, mas contando sempre com o apoio de uma entidade profissional.

Resta dizer ainda, que todo este enquadramento se baseia muito também na regulamentação existente, já que no Brasil o poker é considerado um esporte mental e de habilidade!

Assim, foram criadas as condições para modalidade crescer sustentavelmente. Os resultados podem ser notados nas primeiras conquistas e vitórias.

O Brasil não é somente o país do futebol!

Outro dos motivos que explica o fenômeno do poker no Brasil é exatamente a quantidade de jogadores conhecidos e que fazem diferença no panorama do esporte mundial. Vejamos alguns exemplos:

Alexandre Gomes é um vencedor da bracelete de ouro do WSOP. Em 2008, terminou no primeiro lugar em No Limit Hold’em e ganhou 770.540 dólares. Em 2009, ele ganhou um dos maiores prêmios ao vivo até hoje, 1,188 milhões de dólares no torneio Bellagio Cup.

Gomes atualmente lidera a lista de prémios em poker do Brasil, com 3,685 milhões de dólares amealhados ao longo da carreira.

Outro dos jogadores de poker mais famosos do Brasil é Andre Akkari, um dos grandes embaixadores deste esporte na América Latina.

Akkari além de ser outro dos campeões brasileiros do WSOP – World Series Of Poker – é um dos melhores jogadores online do mundo. Tem um currículo impressionante, com mais de 3,6 milhões de dólares amealhados em competições.

No que toca aos torneios presenciais, ele já conta com mais de 90 aparições em finais de grandes torneios. Um dos seus grandes feitos foi em 2011, quando ganhou 675.117 dólares num torneio de No Limit Hold’em. Uma soma impensável para um jogador brasileiro até então.

Se um dia vir este nickname – aakkari – já sabe quem é o seu adversário!

Para além desta dupla, também João Simão, Yuri Martins Dzivielevski, Roberly Felício e Thiago Nishijima fazem parte da elite do poker brasileiro.

Já em 2020, o baiano Pablo Brito ganhou títulos importantes no circuito online como o Irish Open, World Poker Tour e The Big Game, sendo um dos grandes nomes do poker em 2020 e com a promessa de muitas conquistas internacionais nos próximos anos.

Por outras palavras, os craques apareceram e com eles começou o reconhecimento e a atração de grandes marcas e mercados!

À descoberta do maior mercado da América Latina

Este crescimento e o brilho dos jogadores brasileiros nas mesas e no mundo online não passou despercebido. Depois de conhecerem o talento e as condições do mercado, surgiram os patrocínios e os investimentos das grandes marcas.

Face à regulamentação, ao potencial do mercado e aos jogadores, muitas marcas vindas de outros países decidiram apostar no Brasil para expandir as suas operações no mundo digital.

Por outro lado, o Brasil começou a ser visto como o país ideal para incluir no circuito de Torneios internacionais.

Exemplo disso são alguns dos torneios mundiais que passam pelo Brasil. BSOP – Brazilian Series Of Poker, WSOP BR – World Series Of Poker – CIRCUIT BRAZIL e LAPT – Latin American Poker Tour são alguns dos torneios que vieram dar visibilidade e credibilidade ao mercado brasileiro. Este fato é muito importante visto que ajudou na profissionalização deste esporte e permitiu que muitos brasileiros pudessem conhecer a modalidade.

Por outro lado, por ser o maior mercado da América Latina, também fez com que existisse todo o interesse por parte das marcas de explorar novos parceiros e novas fontes de rendimento.

O futuro do poker no Brasil

Foto: Rafaela Biazi

O futuro é crescer e ser ainda mais forte na modalidade. E as tendências digitais e o iGaming vêm atraindo novas oportunidades.

Isto porque são áreas com cada vez mais recursos que permitem aos jogadores explorar a modalidade sem ter de sair de casa e participar em torneios competitivos.

Já pensou que, grande parte dos esportes online têm sempre um brasileiro na sala? Seja para ganhar ou para aprender existe sempre um jogador com toque de samba!

Os brasileiros têm potencial para fazer história em qualquer esporte. O trabalho que tem sido feito é nesse sentido: melhorar e encontrar novos desafios.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui