Cena do clipe de ''Largo dos Leões'', canção da banda Forfun que aborda o tradicional Carnaval de rua do Rio de Janeiro através de um brilhante jogo de palavras com os nomes dos blocos - Foto: Reprodução

Embora em 2021 a festa mais popular do planeta não possa ocorrer da maneira tão alegre e tradicional que nos acostumamos a ver ao longo de todos esses anos, devido à pandemia de Covid-19 que ainda faz parte do nosso dia a dia, a combinação Carnaval + música certamente segue viva em todos aqueles que apreciam a folia.

Pensando nisso, o DIÁRIO DO RIO lista para você 11 canções que não são nem sambas-enredo nem marchinhas mas que abordam, direta ou indiretamente, o Carnaval. Confira, em ordem alfabética.

1 – Born To Rock N’ Roll (Cazuza)

”Eu nasci pro rock’n roll
Já nasci pra bailar
Porque o rock libera
E o meu negócio é liberar

Eu nasci para um bar
Pra uma zona vulgar
Dar vexame na rua
Beber cachaça de macumba

Eu nasci pra chocar
As pessoas mentirosas
Eu nasci pra provar
Que são inferiores

Eu nasci pra cantar
Cantar bem alto
Pra todo mundo ouvir
Quem adora um barato

Estou sempre duas doses a menos
Gosto de madrugada amena
E se alguém tiver a fim
De cortar a minha onda
Eu vou sentir pena

Nasci pro rock’n roll
Nasci pro carnaval
Nasci pra desafinar
O coro dos débeis mentais”

2 – Cara Nua (Skank)

”Eu saí de casa, a rua colorida
Fantasias, foliões conseguem me mostrar
Que um rosto sem máscara
Esconde mais com a cara nua

Sempre tem um sorriso largo
Mostrando o que não é
Uma máscara perdida nesse chão
Tem a forma do seu rosto

Que só finge por aí
Escondendo uma palavra
Mente a todas as canções
Cada frase inicia um discurso de ilusões

Que dia é esse que só nasce pra você?
Quando chega o Carnaval
Mais ninguém te encontra
Pra você são só uns dias

Você quer ter a vida inteira
Com a cara toda nua
Brincar com quem quiser”

3 – Carnaval (Barão Vermelho)

”Carnaval, eu danço no temporal
Carnavale, eu queimo meu arsenal
Carnaval, nos trilhos pela central
Carnaval, das tribos do litoral

Quero ver você brincar
Farra malandra ao luar
Baile de máscaras bizarras
Malandros, otários em arruaça

Vem bailar comigo
Vem me abocanhar
Sua saia preta
Eu quero estraçalhar

Sedução não passa de traição
Tradição pra quem não tem solução
Solidão, sozinho na multidão
Maldição às trancas do coração

Folia… me faz rir
O ano inteiro sem parar
Quero ver você me embalar
A noite inteira sem pisar

Vem bailar comigo
Vem me abocanhar
Sua saia preta
Eu posso estraçalhar”

4 – Confeite e Serpentina (Daniela Mercury)

”Confete e serpentina
No cabelo da menina que caiu
Ela não viu
Eu vi

Andava distraída
Comovida com a alegria
Tão legal do Carnaval

Confete e serpentina
No cabelo da menina que caiu
Ela não viu
Eu vi

Andava distraída
Comovida com a alegria
Tão legal do Carnaval

Pega na mão
Pisca o olho pra mim
Olha com jeito de sim

O meu amor
Dividir com você
E agora a terra vai tremer… Êeee…

Ah, beiju
Me beija
Ah, beiju
Vem correndo, vem ligeiro
Pros meus braços se jogar

Ah, beiju
Me beija
Ah, beiju
Vem correndo, vem ligeiro
Pros meus braços se jogar”

5 – Insolação do Coração (Babado Novo)

”Paz, me traga paz
Desejo paz, amor e paz
Eu quero paz, me traga paz
Se não for paz me deixe em paz

Paz, Carnaval, futebol
Não mata, não engorda e não faz mal
Carnaval, futebol
Se joga para cima e vira sol

Carnaval, futebol
Não mata, não engorda e não faz mal
Carnaval, futebol
Se joga para cima e vira sol

Vai, vai, vai, fica aqui meu avião
Vem, vem, vem, que o Brasil não tem vulcão
Vai, vai, vai, suba aqui na minha moto
Vem, vem, vem, aqui não tem terremoto

Eu canto
Paz, Carnaval, futebol
Não mata, não engorda e não faz mal
Carnaval, futebol
Se joga para cima e vira sol

Vai, vai, vai, fica aqui meu avião
Vem, vem, vem, que o Brasil não tem vulcão
Vai, vai, vai, suba aqui na minha moto
Vem, vem, vem, aqui não tem terremoto

Temporal de calor,
Tome um sorvete,
O tempo é bom para o amor
No pólo sul tem vento frio

Pra namorar
Vem todo mundo aqui pro Rio
Beija docinho
Que estou doidinho

Pra te molhar a boca
Insolação
Febre e paixão
Dei férias ao meu coração

Eu canto
Paz, Carnaval, futebol
Não mata, não engorda e não faz mal
Carnaval, futebol
Se joga para cima e vira sol

Temporal de calor
Tome um sorvete
O tempo é bom para o amor
No pólo sul tem vento frio

Pra namorar, vem todo mundo aqui pro Rio
Beija docinho
Que estou doidinho

Pra te molhar a boca
Insolação
Febre e paixão
Dei férias ao meu coração

Eu canto
Paz, carnaval, futebol
Não mata, não engorda e não faz mal
Carnaval, futebol
Se joga para cima e vira sol

Vai, vai, vai, fica aqui meu avião
Vem, vem, vem, o Brasil não tem vulcão
Vai, vai, vai, suba aqui na minha moto
Vem, vem, vem, aqui não tem terremoto”

6 – Largo dos Leões (Forfun)

”No Largo dos Leões tá tendo bloco, é?
No Largo dos Leões tá tendo bloco e eu vou lá
No Largo dos Leões tá tendo bloco, é?
No Largo dos Leões tá tendo bloco e eu vou lá

Céu na Terra, Ih, é Carnaval
Simpatia é Quase Amor, Aconteceu
Bola Preta, Vagalume, Bip-bip, Boitatá
Gigantes da Lira, Escravos da Mauá
Carmelitas, Mulheres de Chico
Bafo da Onça, Suvaco do Cristo

No Largo dos Leões tá tendo bloco, é?
No Largo dos Leões tá tendo bloco e eu vou lá
No Largo dos Leões tá tendo bloco, é?
No Largo dos Leões tá tendo bloco

Humaitá bom
Humaitá muito bom
Humaitá bom
Humaitá muito bom

Cacique de Ramos, Concentra Mas Não Sai
Monobloco, Empolga às 9
Volta Alice, Bagunça o Meu Coreto
Embaixadores da folia, É do Pandeiro
Songoro Cosongo, Bangalafumenga
Orquestra Voadora, Banda de Ipanema
Quem Não Aguenta Bebe Água
Meu Amor Eu vou Ali, Me Enterrar na Quarta

No Largo dos Leões tá tendo bloco, é?
No Largo dos Leões tá tendo bloco e eu vou lá
No Largo dos Leões tá tendo bloco, é?
No Largo dos Leões tá tendo bloco

Humaitá bom
Humaitá muito bom
Humaitá bom
Humaitá muito bom”

7 – Luz de Tieta (Caetano Veloso)

”Todo o dia é o mesmo dia, a vida é tão tacanha
Nada novo sob o Sol
Tem que se esconder no escuro quem na luz se banha
Por debaixo do lençol

Nessa terra a dor é grande e a ambição pequena
Carnaval e futebol
Quem não finge, quem não mente, quem mais goza e pena
É que serve de farol

Existe alguém em nós
Em muito dentre nós esse alguém
Que brilha mais do que milhões de sóis
E que a escuridão conhece também

Existe alguém aqui
Fundo no fundo de você de mim
Que grita para quem quiser ouvir
Quando canta assim

Toda a noite é a mesma noite, a vida é tão estreita
Nada de novo ao luar
Todo mundo quer saber com quem você se deita
Nada pode prosperar

É domingo, é fevereiro, é 7 de setembro
Futebol e carnaval
Nada muda, é tudo escuro e até onde eu me lembro
Uma dor que é sempre igual

Existe alguém em nós
Em muito dentre nós esse alguém
Que brilha mais do que milhões de sóis
E que a escuridão conhece também

Existe alguém aqui
Fundo no fundo de você de mim
Que grita para quem quiser ouvir
Quando canta assim

Eta, Eta, Eta, Eta
É a lua, é o sol, é a luz de Tieta
Eta, Eta”

8 – Praça Onze (Herivelto Martins)

”Vão acabar com a Praça Onze
Não vai haver mais escola de samba, não vai
Chora o tamborim, chora o morro inteiro
Favela, Salgueiro

Mangueira, Estação Primeira
Guardai os vossos pandeiros, guardai
Porque a escola de samba não sai

Adeus, minha Praça Onze, adeus
Já sabemos que vais desaparecer
Leva contigo a nossa recordação
Mas ficarás eternamente em nosso coração

E algum dia nova praça nós teremos
E o teu passado cantaremos”

9 – Praieiro (Jammil e Uma Noites)

”Xá, lá lá lá lá lá
Xá, lá lá lá yê ê ê ê
Xá, lá lá lá lá lá
Lá lá lá lá lá lá lá lá

Sou praieiro
Sou guerreiro
Tô solteiro
Quero mais o quê?

Sou praieiro
Sou guerreiro
Tô solteiro
Quero mais o quê?

Quero mais verão
Quero mais tesão
Quero mais fevereiro

Quero mais amor dentro do coração
Quero mais dinheiro
Quero praia e sol, quero namorar
Quero mais alegria

Quero o Rio de Janeiro nos tempos de paz
Quero as meninas de Minas Gerais
Eu quero a Bahia
Eu sou da Bahia

Porque eu sou brasileiro
Eu sou do litoral
Eu sou do mundo inteiro, inteiro
Eu sou do Carnaval

Porque eu sou brasileiro
Eu sou do litoral
Eu sou do mundo inteiro, inteiro
Eu sou do Carnaval

Sou praieiro
Sou guerreiro
Tô solteiro
Quero mais o quê?

Sou praieiro
Sou guerreiro
Tô solteiro
Quero mais o quê?

Quero mais verão
Quero mais tesão
Quero mais fevereiro

Quero mais amor dentro do coração
Quero mais dinheiro
Quero praia e sol, quero namorar
Quero mais alegria

Quero Floripa e as ondas de lá
Quero Noronha e as conchas do mar
Eu quero a Bahia
Eu sou da Bahia

Porque eu sou brasileiro
Eu sou do litoral
Eu sou do mundo inteiro, inteiro
Eu sou do Carnaval

Sou praieiro
Sou guerreiro
Tô solteiro
Quero mais o quê?

Sou praieiro
Sou guerreiro
Tô solteiro
Quero mais o quê?

Xá, lá lá lá lá lá
Xá, lá lá lá yê ê ê ê
Xá, lá lá lá lá lá
Lá lá lá lá lá lá lá lá

Sou praieiro
Sou guerreiro
Tô solteiro
Quero o Rio de Janeiro nos tempos de paz

Sou praieiro, sou guerreiro, tô solteiro
Quero as meninas de Minas Gerais
Sou praieiro, sou guerreiro, tô solteiro
Eu sou brasileiro e quero muito mais”

10 – Swing de Campo Grande (Novos Baianos)

”Minha carne é de Carnaval
O meu coração é igual
Minha carne é de Carnaval
O meu coração é igual
Minha carne é de Carnaval
O meu coração é igual

Aqueles que têm uma seta
E 4 letras de amor
Por isso onde quer que eu ande
Em qualquer pedaço eu faço
Um Campo Grande
Um Campo Grande
Um Campo Grande

Eu não marco toca
Eu viro toca
Eu viro moita”

11 – Todo Carnaval Tem Seu Fim (Los Hermanos)

”Todo dia um ninguém José acorda já deitado
Todo dia ainda de pé o Zé dorme acordado
Todo dia o dia não quer raiar o sol do dia
Toda trilha é andada com a fé de quem crê no ditado

De que o dia insiste em nascer
Mas o dia insiste em nascer
Pra ver deitar o novo

Toda rosa é rosa porque assim ela é chamada
Toda bossa é nova e você não liga se é usada
Todo Carnaval tem seu fim
Todo Carnaval tem seu fim
E é o fim, e é o fim

Deixa eu brincar de ser feliz
Deixa eu pintar o meu nariz
Deixa eu brincar de ser feliz
Deixa eu quebrar o meu nariz

Toda banda tem um tarol, quem sabe eu não toco
Todo samba tem um refrão pra levantar o bloco
Toda escolha é feita por quem acorda já deitado
Toda folha elege um alguém que mora logo ao lado

E pinta o estandarte de azul
E põe suas estrelas no azul
Pra que mudar?

Deixa eu brincar de ser feliz
Deixa eu pintar o meu nariz
Deixa eu brincar de ser feliz
Deixa eu pintar o meu nariz”

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui