Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

A Conmebol, entidade máxima do futebol sul-americano, que oficialmente organizou a final da Taça Libertadores no último sábado, 30/01, no Maracanã, foi autuada pela Vigilância Sanitária da Prefeitura do Rio de Janeiro por descumprir exigências e protocolos sanitários contra a Covid-19. As informações foram publicadas na coluna de Lauro Jardim, no O Globo.

A resolução, de 12 de janeiro, detalha as regras de distanciamento social e do uso de máscaras para a proteção contra a Covid-19.

O valor da multa, contudo, ainda não foi discriminado.

A aglomeração foi constatada não só na arquibancada do Maracanã, mas também em áreas de atendimento dos buffets destinados ao camarote “Maracanã Mais” (que serviam basicamente à CBF) no intervalo da partida.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui