Cidades

Conservação e Preservação Ambiental melhoram, mas ainda são áreas mal avaliadas pelos cariocas, diz Instituto Rio21

Compartilhar

Continuando a divulgação da 5ª edição da pesquisa de Avaliação do Governo Municipal do Rio de Janeiro, o Instituto Rio21 traz informações detalhadas sobre a avaliação dos cariocas nas áreas de Conservação Urbana e Patrimonial e Preservação Ambiental. A pesquisa foi realizada em parceria com o DIÁRIO DO RIO.

No caso da área de Conservação, as avaliações positivas se aproximavam dos 40% na primeira edição da pesquisa, em agosto de 2021. Essas avaliações tiveram queda até março de 2022 e em julho desse ano, começaram a se recuperar.

Agora, em novembro, as avaliações Ótima / Boa superaram as avaliações Regulares, apesar de as avaliações negativas também terem apresentado um pequeno acréscimo.

Já na área de Preservação Ambiental, a primeira edição da pesquisa mostrou opiniões divididas a esse respeito. Em março de 2022, houve um pico nas avaliações negativas, mas apresentaram queda na edição seguinte, em julho de 2022. As avaliações positivas vêm se recuperando desde março, mantendo o crescimento em novembro de 2022.

A avaliação positiva da gestão da Conservação Urbana melhorou na Zona Oeste (+5,9%) e na Zona Norte (+5,7%) da cidade, mas apresentou queda no Centro (-2,3%) e na Zona Sul (-7,1%):

Em julho de 2022, os cariocas que melhor avaliavam a gestão da Conservação eram os da Zona Sul (34,4%). Atualmente, essa posição é ocupada pelos moradores da Zona Oeste (30,2%)

Já no caso da Preservação Ambiental, as regiões onde houve aumento na avaliação positiva foram a Zona Norte (+2,6%) e a Zona Sul (+8,3%). Houve uma leve queda na Zona Oeste (-0,5%) e uma queda bastante significativa na região do Centro (-19,1%):

São os moradores da Zona Sul que melhor avaliam a gestão da Preservação Ambiental atualmente (29,8%), ocupando a posição que antes era ocupada pelos moradores do Centro (40%).

É importante que a Prefeitura se atente para essas avaliações, que identificam as áreas onde a sua atuação não tem agradado tanto os cariocas nos últimos meses. Com isso, a gestão municipal pode montar um planejamento que vise atender as demandas da população, de forma mais efetiva, em cada região.

Nas próximas matérias, continuaremos divulgando de forma mais detalhada as avaliações de cada área de atuação da gestão municipal.

A edição de novembro de 2022 contou com a resposta de 1.434 cariocas e com coleta online entre os dias 07/11/2022 e 17/11/2022.

Outras matérias sobre a pesquisa são:

Redação Diário do Rio

Quem ama o Rio lê