Construtoras apostam em lançamentos nos bairros mais seguros

Levantamento do Segurança Presente revelou que Ipanema, Leblon, Lagoa e Jardim Botânico são os bairros mais seguros do Rio de Janeiro, respectivamente

Rio pode ser epicentro tecnológico internacional / Reprodução

Com belas paisagens e excelente localização dentro da Zona Sul, os bairros de Ipanema, Leblon, Lagoa e Jardim Botânico são, atualmente, os preferidos das incorporadoras para novos lançamentos, apesar do grande aumento que as taxas de juros vêm sofrendo. Mas existe um motivo que impulsionaria e facilitaria a venda de apartamentos de alto valor nestas localidades: bons índices de segurança. Além de serem bairros tradicionais e de alto padrão, eles também oferecem requisitos na área de segurança que os compradores e inquilinos mais exigentes querem desfrutar, de acordo com um levantamento feito pela imobiliária digital Quinto Andar, utilizando-se de dados do Segurança Presente.

Apesar do indiscutível caráter turístico de Copacabana, e da boa segurança da orla que possui a maior concentração de hotéis de bom nível da cidade, a maior parte dos últimos lançamentos imobiliários de padrão mais alto evidenciam tal tendência, além de apontar que existe uma demanda reprimida de seletos lançamentos nesses bairros. “Se houver bons lançamentos, as vendas nestes bairros serão certas”, diz Anderson Martins, Diretor Regional da Sergio Castro Imóveis do Leblon. Para os clientes, vale a máxima: o “Rio de Janeiro continua lindo!”, e nele, vale a pena morar. Mesmo com a alta dos juros, Ipanema, Leblon, Lagoa e Jardim Botânico – os bairros mais seguros da cidade segundo os dados oficiais, nesta exata ordem – atraem perfis diversificados de compradores, moradores e mesmo investidores interessados nas belezas naturais da cidade, e também na liquidez representada por bons empreendimentos adquiridos na planta. Apesar disso, os dois últimos lançamentos de Copa foram um sucesso, na avenida Atlântica e na Francisco Octaviano.

Vale lembrar que o mercado imobiliário vem registrando uma tendência de valorização do metro quadrado a cada ano nesses bairros, sendo muito comum a compra de um imóvel na planta para posterior revenda após a entrega, sem contar os investidores que buscam obter lucros com a a locação dos imóveis, principalmente os compactos.

Em Ipanema, um dos últimos lançamentos, foi o Marias Estúdio Ipanema, da construtora Mozak. O empreendimento, localizado na Rua Visconde de Pirajá, nº 554, terá apenas 14 unidades e contará com estúdios com vista de frente para a Lagoa Rodrigo de Freitas e, de fundos, para o deslumbrante mar de Ipanema. O Marias, segundo a construtora, é destinado a pessoas solteiras, casais sem filhos, locação por temporada, para viajantes ou para quem busca um apartamento bem localizado e de alto padrão para passar alguns dias no Rio: o famoso “pied a terre”. As negociações para o Marias sair do papel demoraram 10 anos para serem concluídas.

A Lagoa, que há muitos anos não registrava lançamentos, foi agraciada com o Lineu 708 Lagoa, do sempre ousado Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário, em parceria com a incorporadora Performance. Localizado na Rua Lineu de Paula Machado, próximo ao Jardim Botânico, o empreendimento contará com um belíssimo painel do artista mineiro Alexandre Mancini, mestre da azulejaria brasileira, na fachada. Assim como o Marias, o Lineu terá poucas e seletas unidades: 13 apartamentos, com metragens generosas –  apartamentos tipo com área total de 220 m² a 240 m²; e uma palaciana cobertura linear de quatro suítes, com 450 m², o grande destaque. O Opportunity tem feito alguns dos lançamentos mais badalados e inovadores da atualidade.

Outra aposta da Performance, no mesmo bairro da Zona Sul, é o Borges 3647 Lagoa, com “Vista eterna para o Cristo e a Lagoa!”, segundo a publicidade. Construção sofisticada, o Borges contará com a apenas 12 apartamentos compostos por 4 quartos, com 4 suítes, e metragem de 315m².

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui