Na noite desta quinta-feira (19/03), o Governo do Estado divulgou um decreto oficial determinando o fechamento de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos gastronômicos similares no Rio de Janeiro por 15 dias, como medida de prevenção à pandemia de Coronavírus.

Algumas horas depois, entretanto, o decreto sofreu alterações.

A principal delas é que os estabelecimentos podem, sim, estar em funcionamento. Porém, devem restringir a capacidade de público para somente 30%.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Já os serviços de delivery e de retirada de alimentos para se levar para “viagem” continuam funcionando normalmente, sem restrições. Inclusive, o Governo Estadual enfatiza que estas são as melhores opções para os clientes e que se deve, ao máximo, evitar aglomerações.

Um detalhe importante é que a determinação dos 30% de público não é válida para estabelecimentos gastronômicos localizados dentro de hotéis, pousadas e similares. Estes devem funcionar única e exclusivamente para hóspedes e funcionários.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui