Na manhã desta quinta-feira (26/03), além de informar que somente com auxílio financeiro do Governo Federal o Rio de Janeiro poderá seguir com as restrições no combate ao Coronavírus, o governador Wilson Witzel revelou que o Estádio do Maracanã, na Zona Norte da capital fluminense, ganhará uma adaptação para abrigar mais um hospital de campanha visando o atendimento a pacientes contaminados pelo Covid-19.

Witzel disse que essa decisão tem como objetivo ampliar a capacidade de atendimento ao público.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

“Toda essa logística está bem adiantada e deve ficar pronta em no máximo 15 dias”, revelou Witzel.

Além do Maracanã, o RJ terá outros 3 hospitais de campanha, anunciados anteriormente pelo Governo do Estado.

Eles ficarão localizados no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio; no antigo aeroclube de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense; e em São Gonçalo, na Região Metropolitana.

As unidades hospitalares, de acordo com o governador, terão cerca de 900 leitos e, assim como o hospital no Maracanã, também ficarão prontas em 15 dias.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui